Sou Pro

Work-life balance: como encontrar o equilíbrio?

a importância do work-life balance

Muito se tem falado da importância do work-life balance nos últimos tempos. A pandemia trouxe novamente à baila a discussão em torno da saúde mental e das práticas de estilo de vida saudável. Mas, para muitos empreendedores, pode ser especialmente desafiante separar a vida pessoal da profissional. O trabalho extravasa frequentemente o horário “laboral”, as preocupações não são facilmente esquecidas no final do dia de trabalho e o fim-de-semana é visto como uma boa oportunidade para recuperar as tarefas pendentes.

Se este é o seu caso, está na altura de tentar repor algum equilíbrio na sua vida, sem prejudicar o negócio. Descubra como o fazer.

Encontre uma nova forma de gestão de tempo

Uma das principais dificuldades de melhorar o work-life balance é perceber que a forma como fez a gestão de prioridades e do tempo até aqui pode ter de mudar. Se tem uma longa lista de tarefas que se continua a acumular independentemente das tentativas para a reduzir, experimente priorizar em quatro categorias.

  • Urgente e importante: Deve ter prioridade máxima e ser feita por si num período do dia em que a produtividade seja elevada e o número de distrações mínimo.
  • Importante, mas não urgente: Reserve um tempo no futuro próximo para a realização desta tarefa. Se possível, delegue.
  • Urgente mas não importante: De preferência, delegue esta tarefa.
  • Nem urgente nem importante: Avalie se de facto esta tarefa precisa de ser realizada e porque chegou até si. No futuro, experimente definir quem se deve encarregar deste tipo de ações.

Priorizar desta forma vai permitir ganhar tempo sem prejudicar a qualidade do trabalho e envolver o resto da equipa nas tarefas do dia-a-dia. Delegar e priorizar são duas atividades chave de qualquer líder que se preocupa com o work-life balance.

5 dicas para manter a produtividade a trabalhar a partir de casa

Use os seus pontos fortes

Não é um ás a fazer apresentações? Ou a construir folhas de cálculo? Não tente ser. Encontre aquilo em que se destaca e onde acrescenta efetivamente valor – por exemplo, reuniões comerciais ou design de produto.

Evite o erro muito comum entre empreendedores de tentar saber tudo e fazer tudo na sua empresa. Esta maneira de atuar tem dois problemas: por um lado, é inimiga do seu work-life balance e, por outro, pode ser lida dentro da organização como falta de confiança. E também não ajuda ao crescimento do negócio. Assuma que não pode atender a tudo e concentre atenções nas atividades em que pode fazer a diferença.

Automatize as tarefas recorrentes e sem valor acrescentado

Pagamento de salários, reports semanais, envio de emails para clientes, expedição de encomendas. Estes são apenas alguns exemplos de tarefas essenciais na vida de uma empresa – mas que podem e devem ser automatizadas.

Por exemplo, ao registar a sua organização no OLX Pro, tem acesso imediato a uma parceria com os CTT que, entre outras coisas, trata de toda a logística por si. Os correios passam a vir levantar os produtos na sede da empresa, seja onde for, e deixam tudo à porta do cliente. Por outro lado, pode criar uma página dentro do site OLX onde os clientes acompanham todos os detalhes dos pedidos, o que lhe retira esta atividade que consome tempo.

Em resumo, procure simplificar ou automatizar tudo o que sejam tarefas manuais recorrentes, para que possa dedicar o seu tempo àquilo que não é previsível. Se vir que o seu tempo é consumido a resolver sempre os mesmos problemas e a lidar com situações repetidas, é porque provavelmente tanto o seu negócio como o work-life balance precisam de ajuda.

Contrarie a “reunite” aguda

Uma das consequências do teletrabalho foi o aumento do número de reuniões, pontos de situação, status rápidos e sessões que supostamente eram só de 15 minutos para alinhamento da equipa mas que afinal ocuparam a tarde inteira.

Para evitar a síndrome de “reunite” aguda que muitas vezes acompanha o trabalho à distância, seja criterioso nas reuniões que aceita e no cumprimento dos horários. Se estava previsto demorar 45 minutos, cumpra a duração. Se é suposto arrancar às 9h, comece a essa hora esteja quem estiver. E imponha uma duração máxima para as reuniões (por exemplo, 1 hora) e exija a partilha dos temas que se vão discutir a priori.

Avalie quanto do seu tempo semanal é passado em reuniões. Reduza, elimine e delegue – garanta que tem tempo para trabalho focado.

Estabeleça limites

Estabeleça limites justos e realistas sobre o que vai fazer no trabalho e em casa. Por exemplo, pode comprometer-se a não trabalhar até tarde em determinados dias, a menos que haja uma crise.

Além disso, reserve um tempo em casa durante o qual não irá verificar ou responder a e-mails ou mensagens relacionadas com o trabalho.

Cuide da sua saúde de forma prática

Se não estiver em boa forma física, mental e emocional, tanto a vida profissional como pessoal vão sair prejudicadas. Siga uma dieta de refeições saudáveis, faça exercícios pelo menos três vezes por semana e durma no mínimo sete horas por noite. Se tem dificuldade em manter estas rotinas, experimente fazer desporto ao acordar, antes do trabalho, e preparar as refeições ao fim-de-semana.

Embora possa achar que não tem tempo suficiente para adicionar exercícios e sono extra à sua agenda preenchida, estas práticas são um investimento de tempo que vai recuperar mais à frente. Vai ver que ajudam a aliviar o stress, aumentam o nível de energia, a resistência, melhoram a clareza mental, impulsionam o sistema imunológico e tornam-no mais feliz, envolvido e produtivo. Além disso, evite o uso excessivo de álcool ou tabaco para aliviar o stress.

Planeie as atividades pessoais

O tempo pessoal tende de ser reservado em último lugar, no espaço deixado pelo trabalho, ou a não ser planeado de todo, em jeito de improviso. Por isso, as atividades em família ou com amigos são as primeiras a serem sacrificadas e correm o risco de acabarem sobrepostas por marcações profissionais.

Para evitar isso, acrescente os momentos de lazer ao calendário profissional, por exemplo, com outra cor. Podem ser compromissos pessoais ou, simplesmente, tempo para si.

Avalie as suas emoções

Não tenha receio de refletir sobre as suas emoções e circunstâncias pessoais e identificar obstáculos específicos para o equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

Fazer um balanço e reivindicar um espaço mental para ter clareza do que quer para si é o primeiro passo para identificar e implementar formas alternativas de trabalhar e viver.Pergunte: “O que me está a causar stress neste momento?“. Identifique a causa e as emoções resultantes – raiva, tristeza, energia? Depois, considere as alternativas: há algo no trabalho que poderia ser mudado?

Nem todo o stress é mau

Sim, o stress é uma das principais causas de morte a nível mundial. E, sim, o trabalho excessivo causa mais de 700 mil mortes por ano no mundo. Mas isso não quer dizer que o stress seja todo mau.

Em moderação, o stress é importante para ajudar um profissional a crescer. É um fator importante que leva à autossuperação e uma consequência natural de momentos decisivos na vida de um empreendedor, como um novo cliente ou projeto. O segredo para o work-life balance não é fugir do stress ou evitar momentos de maior tensão, mas sim aprender a gerir as emoções durante essas alturas e aperceber-se quando chega o momento de abrandar. Uma vida profissional sem stress não é possível e, se o tentar evitar, o negócio acabará por sofrer. Consuma o stress em moderação.

Pratique o descanso ativo

A solução para melhorar o work-life balance é mais do que obrigar-se a trabalhar apenas “x” horas por dia. É o que faz com o resto do tempo que importa e de que forma recupera “ativamente” para estar bem durante o dia de trabalho.

Procure atividades entusiasmantes para o tempo de repouso, que o desafiem intelectualmente (ir a um espetáculo, começar um hobby), fisicamente (praticar um desporto) e emocionalmente (estar com os amigos, família). Caso contrário, rapidamente voltará a ocupar o tempo livre com mais trabalho e cair num ciclo vicioso.

O work-life balance não é um estado a que se chega uma vez, um feito como uma escalada ao pico do bem-estar físico, emocional e mental. É uma rotina, uma forma de vida e uma preocupação constante para se manter saudável. Ponha estas 10 dicas em prática e veja os resultados no dia-a-dia.

O OLX é o parceiro digital de todas as empresas que querem crescer online de forma ágil e produtiva. Com uma audiência de mais de 15 milhões visitantes mensais, ao vender no OLX pode criar e direcionar anúncios de forma simples, contactar os clientes em segurança e contar com o apoio de uma equipa especializada. Tudo isto sem pagar comissões sobre vendas. Pronto para começar? Preencha este formulário.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário