Sou Pro

Soft skills: o que são e como promover no local de trabalho?

O que são as soft skills

Com as transformações do mercado de trabalho e das relações profissionais, as empresas estão agora a valorizar cada vez mais as soft skills, pelo grande impacto que exercem na produtividade, no trabalho de equipa e até na melhoria da saúde mental dos colaboradores. Descubra o que são e como podem ser desenvolvidas.

O que são soft skills?

As soft skills são o conjunto de competências interpessoais e comportamentais, relacionadas com a forma como uma pessoa lida com diferentes situações. Dito doutro modo, é a capacidade de desenvolver uma relação construtiva com o trabalho e com os colegas, influenciando positivamente o ambiente geral.

Quanto melhor a relação do profissional com diferentes situações ambientes e psicológicas, maiores serão as suas soft skills. Alguns exemplos de soft skills podem ser comunicação interpessoal, capacidade de persuasão, proatividade, resolução de conflitos, capacidade de trabalhar sob pressão ou liderança.

As soft skills são atributos muito pessoais de cada indivíduo, porque resultam da personalidade, experiências, cultura e educação. Porque estão a ganhar tanta relevância no mercado de trabalho? Porque a forma de um profissional se relacionar e interagir com as pessoas afeta diretamente as relações em ambientes corporativos e, por consequência, a produtividade da equipa. Ter um bom perfil técnico e um bom domínio da função não garante, por si só, um bom desempenho. As soft skills são essenciais para ter mais controlo emocional e para extrair o máximo proveito das competências técnicas.

Mesmo em profissões onde a componente técnica é importante, as competências interpessoais fazem a diferença no desempenho profissional. Por exemplo, se um técnico de programação for flexível e empático, conseguirá lidar com eventuais frustrações decorrentes do cumprimento de prazos, pressão de clientes ou personalidades diferentes dos colegas de trabalho. Caso contrário, a capacidade de concentração, de foco e de produção podem ficar comprometidas – quer do próprio profissional, como de toda a equipa.

É por isso que os processos de recrutamento atuais estão muito orientados para as soft skills. Os recrutadores têm agora uma maior compreensão da complexidade humana – e de todo o potencial que cada pessoa pode apresentar – e procuram candidatos que, não só cumpram as exigências técnicas da vaga, mas também apresentem características pessoais compatíveis com os valores e cultura da empresa, que vão refletir-se, inevitavelmente, no desempenho profissional. Desta forma, as empresas conseguem reunir equipas de trabalho mais comprometidas, produtivas, bem-sucedidas e felizes.

Artigo relacionado: 8 apps de produtividade que vale a pena conhecer

O que diferencia as soft skills das hard skills?

As hard skills designam o conjunto de competências técnicas de um profissional para executar determinada função. Foram, durante muito tempo, o foco principal de avaliação de um colaborador, pela facilidade com que podem ser identificadas e medidas, quer por certificados de habilitações ou pelos resultados visíveis do seu desempenho profissional.

Por outro lado, as soft skills começam agora a ganhar mais importância nos novos contextos empresariais, mas podem não ser tão facilmente reconhecíveis e mensuráveis quanto as hard skills. Muitas vezes, as soft skills de um colaborador só se revelam depois de algum tempo de desempenho da função, por vezes já com consequências indesejadas para a empresa. Contudo, apesar de menos identificáveis, são as soft skills que mais apelam a uma diferenciação de profissionais.

Além disso, as hard skills podem ser aprendidas (e ensinadas) através de formação, cursos técnicos, workshops, experiência com determinadas máquinas e ferramentas – constando, naturalmente, no currículo dos candidatos. Por outro lado, as soft skills envolvem emoções e intuições, mais difíceis de aprender numa sala de aula convencional, e menos verificáveis. Por exemplo, se um colaborador quiser aprimorar competências informáticas, pode conseguir esse objetivo recorrendo a formação. O mesmo não se pode dizer se o colaborador quiser aprimorar, de forma permanente e estável, competências interpessoais, como a empatia ou a capacidade de trabalhar sob pressão.

As soft skills e as hard skills não devem existir separadamente. Pelo contrário, a combinação de ambas é uma poderosa ferramenta para aumentar a produtividade, motivação, e o trabalho em equipa. Descubra como o conseguir.

Como desenvolver soft skills no local de trabalho?

Desenvolver soft skills nos profissionais que já são parte de uma estrutura organizacional pode parecer um grande desafio, mas, com as técnicas adequadas, é possível. Descubra como com estas dicas.

1. Ofereça formação

A formação é fundamental para desenvolver as soft skills numa equipa. Pode ser feita tanto de forma interna – pedindo a colaboradores que se destacam numa soft skill para partilharem os seus conhecimentos com outros – como com especialistas externos. Estes eventos fazem a diferença na motivação dos profissionais. O contacto direto com especialistas da área e a atualização inovadora de conhecimentos traz consigo uma renovada sensação de compromisso com a função.

2. Dê feedback regular

Estimule uma cultura de feedback entre gestores e colaboradores. Conversar sobre comportamentos nem sempre é fácil, sobretudo pelas emoções inevitavelmente envolvidas, mas é importante para que o profissional possa conhecer os seus pontos fortes e os aspetos onde pode melhorar.

3. Promova um bom ambiente

Com um bom ambiente de trabalho, os profissionais sentem-se mais satisfeitos, abertos ao diálogo, motivados, colaborativos e desempenham melhor as suas funções. Incentive comunicações abertas, celebre as conquistas de todos e seja flexível. Organize atividades fora da rotina do trabalho, como Team Building, para fortalecer a relação entre os colaboradores e fomentar o espírito de equipa.

Com estas orientações práticas, poderá reforçar o desenvolvimento de soft skills na sua empresa e, assim, permanecer na linha da frente com uma cultura comprometida e envolvida com a produtividade e o sucesso.

Artigo relacionado: O que é o endomarketing? Saiba como aumentar satisfação dos colaboradores

Se, antes, as hard skills dominavam o mercado de trabalho, agora as soft skills revelam-se tão ou mais essenciais para uma empresa obter resultados satisfatórios. O OLX Business acompanha-o nesta missão e promove as melhores práticas para a implementação de lojas online. Com os recursos certos, poderá digitalizar o seu negócio e proporcionar aos seus clientes as melhores experiências de compra. Registe-se já hoje no OLX Business.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário