Sou Pro

10 dicas para reduzir os custos fixos da sua empresa

Como reduzir os custos fixos da empresa

Todos os negócios têm despesas, tanto para a produção dos serviços ou produtos oferecidos, como para manter o pleno funcionamento da empresa. Antes de analisarmos as dicas, vamos separar conceitos:

  • Os custos variáveis são os que variam de acordo com a produção. Neste caso, pode servir de exemplo a quantidade de energia necessária para produzir determinado produto, matérias-primas, serviço de entregas, entre outros.
  • Os custos fixos são todos os gastos não diretamente relacionadas com a produção de produtos ou serviços do negócio. Dizem respeito aos gastos constantes, independentemente do aumento ou diminuição da quantidade produzida e vendida pela empresa. Fazem parte da estrutura do negócio.

Como reduzir os custos fixos da sua empresa

Momentos de crise tendem a ser acompanhados de dúvidas sobre como uma empresa vai reagir, por exemplo, a uma recessão económica. Uma das estratégias passa por reduzir os custos fixos da empresa. 

Para acompanhar a redução do volume de vendas, torna-se necessário ajustar os custos ao nível atual de faturação. Controlar os custos de uma empresa pode ser uma tarefa complexa, mas uma crise económica e um mercado altamente competitivo assim o exigem. Requer disciplina e jogo de cintura.

A primeira fase da redução de custos fixos de uma empresa passa por compreender profundamente o que é essencial à gestão do negócio.

10 formas de economizar e reduzir os custos fixos da sua empresa

1. Conhecer a realidade financeira do seu negócio

Se pretende reduzir os custos fixos da sua empresa então, em primeiro lugar, tem de saber exatamente onde e como está a gastar dinheiro. Um controlo desadequado sobre as despesas do seu negócio pode representar um gasto incorreto.

Muitas vezes, as pequenas despesas mensais somadas resultam num volume significativo. Uma análise detalhada vai permitir que compreenda onde está a consumir mais do que o expectável e, então, passar às estratégias de redução.

2. Avaliar e rever todos os custos fixos

O serviço de televisão, telefone e internet é um exemplo de custos fixos afetos a qualquer tipo de negócio a funcionar atualmente. Comece por rever se pode aderir a planos de comunicação mais atrativos. Analise as verdadeiras necessidades da sua empresa, face à oferta do mercado.

Custos com água e energia também são essenciais ao pleno funcionamento e, por vezes, com valores bastante significativos. Uma boa forma de reduzir este tipo de custos passa por pesquisar formas de tornar a sua empresa mais sustentável.

A título de exemplo, pode investir em torneiras e descargas económicas, substituir as lâmpadas atuais por LED, desligar aparelhos que não se encontram em utilização, em vez de deixá-los em stand by. Considere colocar sensores de luz, fornecendo iluminação somente quando necessário.

3. Otimize processos

Algumas atividades tornam-se menos eficientes pelos processos instalados.

Se por um lado não pretende investir na otimização de plataformas ou ferramentas, considere que possivelmente pode vir a ter um maior custo com horas extra de trabalhadores para a realização das mesmas tarefas.

Encare a tecnologia como uma grande aliada da sua empresa. Se a sua organização exige várias operações diárias repetitivas, um sistema eficiente permite organizar essas atividades de forma mais simples, rápida, dinâmica e menos passível a erros.

4. Analisar o stock existente

Uma análise do stock existente vai permitir perceber que produtos se encontram parados e criar prioridades de redução. Um stock parado leva a perdas financeiras: a mercadoria ocupa espaço, empata o investimento e pode, inclusive, deteriorar-se com o tempo.

Verifique o que vale a pena manter ou se seria melhor vender os produtos por um preço inferior, criando promoções.

O controlo de stock minimiza e previne erros, o que tem um impacto direto no funcionamento do armazém de uma empresa.

5. Renegociar com fornecedores

Em alturas de maior pressão sobre os custos, pode considerar voltar ao mercado e procurar fornecedores alternativos a preços mais competitivos. 

Caso não lhe seja possível trocar de fornecedores, pode tentar renegociar preços mais reduzidos e um maior prazo de pagamento.

Se neste momento arrendar as instalações, a renda é uma responsabilidade mensal que pode também ser renegociada.

6. Planear a redução de custos

Não bastam boas estratégias para reduzir os custos fixos de uma empresa, é também necessário criar metas realistas.

Pode começar por estabelecer uma percentagem de redução do consumo de energia ou de consumíveis, no espaço de alguns meses.

Estipule metas mensais, semestrais ou anuais, e acompanhe os resultados para perceber se está no caminho certo para atingir as metas que pretende atingir.

7. Considerar a subcontratação

A subcontratação é um processo cada vez mais comum para diferentes empresas. É uma alterativa para as organizações que pretendem reduzir custos fixos.

O outsourcing é uma forma de transferir algumas atividades, reduzir a estrutura operacional e os custos.

8. Envolver a equipa de trabalhadores

Se pretende implementar medidas de redução de custos fixos, a equipa tem de estar claramente envolvida. Seja transparente e comunique o planeamento.

A redução de custos e a melhoria de vários processos é importante para a empresa e deve ser encarada como uma tarefa de todos. Os seus colaboradores podem, inclusive, oferecer sugestões relevantes sobre como diminuir alguns gastos das tarefas específicas em que estão envolvidos.

O envolvimento de toda a equipa vai motivá-los a fazer mais e da melhor forma possível, o que irá potenciar os resultados.

9. Implementar um banco de horas

Esta pode ser uma estratégia alternativa ao pagamento de horas extras. 

Por esta via, o tempo de trabalho excedente fica em registo para que os trabalhadores possam tirar mais dias de folgas ou prolongar férias.

Mostre-se disponível para ceder uma manhã ou um dia de folga para complementar um feriado, caso lhe seja solicitado. 

Analise se será mais vantajoso para a empresa conceder o desconto de dias de trabalho ou pagar as horas extras trabalhadas.

10. Considerar novas formas de trabalho

O teletrabalho veio para ficar. Verifique se a produtividade dos seus trabalhadores pode aumentar se lhes for reduzido o tempo e stress das deslocações de casa para o trabalho. É possível fazer uma gestão eficiente da sua equipa à distância.

O home office pode resultar na redução de custos fixos, uma vez que vai necessitar de menos espaço para desenvolver as suas funções.

A aplicação das estratégias sugeridas vai depender do tipo de negócio, mas pode considerar estas formas como ponto de partida para criar uma estratégia de redução de custos fixos.

Opte também por criar um plano estratégico no que respeita à gestão financeira da sua empresa, construindo uma estrutura forte e saudável. Se procura aprofundar pesquisas sobre a gestão de empresas, não hesite em falar com os assistentes do OLX.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário