Sou Pro

9 dicas para poupar energia

dicas para poupar energia

Poupar energia tem um impacto direto nas contas de qualquer empresa. Com a subida dos preços da eletricidade, a fatia do orçamento dedicada a esta rúbrica não para de aumentar. E não é só uma questão de custos – é também uma responsabilidade ambiental. A melhor parte é que pequenas alterações de hábitos podem ter um enorme impacto. Descubra como o conseguir com estas 9 dicas.

1. Comece por medir o consumo de energia

“Não se melhora o que não se mede.” Esta é uma velha máxima de gestão, e um bom princípio para poupar água. O primeiro passo é estabelecer números confiáveis do consumo de energia, e acompanhar regularmente os dados. Apesar de esta ser uma importante rúbrica de custos no orçamento de qualquer empresa, nem sempre é analisada com atenção.

Felizmente, há cada vez mais ferramentas à sua disposição. De sensores a apps no telemóvel, atualmente é fácil controlar o consumo. Um exemplo é a aplicação ECOplay desenvolvida por investigadores da Universidade do Porto, pretende, através de vídeos informativos sobre iluminação, aquecimento e eletrodomésticos, ajudar os portugueses a alterar pequenos hábitos diários que podem fazer a diferença do ponto de vista financeiro e ambiental.

Artigo relacionado: As melhores apps para controlar gastos

2. Ajuste a potência contratada às suas necessidades

Já deve ter reparado que parte do valor da fatura diz respeito à potência contratada. Este é um custo fixo, normalmente estruturado por escalões, em função das necessidades de consumo simultâneo de cada instalação.

Se já teve episódios em que o quadro da luz disparou quando ligou diferentes dispositivos em simultâneo, então é porque a potência pode estar no limite. No entanto, se nunca aconteceu, então pode ter espaço para reduzir a potência contratada.

3. Instale lâmpadas LED

As lâmpadas LED não são só uma buzzword. Pelo contrário, são a opção mais eficiente em termos de consumo energético, e também a mais duradoura.

Partindo do pressuposto de que uma lâmpada vai ser utilizada cerca de 3 horas por dia ao longo do ano, uma lâmpada incandescente de 60W representa um custo anual de 12 euros. Já uma lâmpada LED classe A + de 8,6W tem o custo de 2 euros, pelo mesmo período. E quanto mais a energia sobe de preço, maior a poupança.

4. Isole paredes, portas e janelas

Um bom isolamento pode representar até 30% de poupança nos custos de eletricidade. E não é preciso fazer grandes remodelações ao escritório. Basta começar por isolar as bordas das portas e das janelas com uma solução de silicone. Além de permitir poupar energia, também ajuda a reduzir os ruídos externos.

Para uma solução mais duradoura, ter portas e janelas com vidros duplos é a solução perfeita para poupar energia. Um bom isolamento reduz a quantidade de ar climatizado que se escapa por entre as frinchas e diminui o ar de fora que entra, o que torna qualquer espaço mais confortável.

5. Atenção aos aquecedores e ao ar condicionado

O aquecimento e o ar condicionado são importantes para criar um ambiente de trabalho confortável. Mas é possível poupar energia com estes equipamentos e tudo começa no momento da compra. Os aparelhos com melhor eficiência vão exigir um investimento mais elevado, mas compensam a médio prazo.

Para além disso, as potências devem ser adequadas à divisão para não gastar demasiada energia. E, claro, mantenha uma temperatura estável a rondar os 21º.  Para isso, ter um termostato instalado é uma boa solução. Com este aparelho, pode programar a temperatura e o sistema de aquecimento é ativado quando a temperatura descer abaixo da temperatura indicada.

Estas recomendações simples permitem uma poupança de até 30%. Além de proporcionar uma temperatura agradável e consumo eficiente, ajudam a poupar também o planeta.

6. Encontre o melhor plano de eletricidade

A poupança de energia depende tanto do consumo, como do preço por Kwh que tem contratado. Muitas vezes, o plano de eletricidade escolhido não é o mais acertado para as suas necessidades – aos horários, número de utilizadores, nível de consumo. Atualmente, há várias soluções de comparação de planos online, incluindo um simulador da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Aqui, pode comparar todas as ofertas comerciais de energia e gás natural disponíveis tendo em conta o seu perfil de consumidor. Ao escolher o plano de energia mais adequado, pode poupar energia ao final do mês, sem qualquer alteração de consumo.

7. Faça a manutenção dos equipamentos para poupar energia

A manutenção dos aparelhos a cada poucos anos fará com que possa poupar energia, sem ter de trocar por equipamentos novos. Para isso, siga as instruções do fabricante, cumpra o plano de manutenção original e faça verificações regulares às peças mais sensíveis, como os filtros. Esteja atento a sinais de desgaste, ruídos e fugas que podem indicar que o equipamento não está nas melhores condições. E, claro, não tenha receio de sujar as mãos para fazer alterações simples e rápidas.

8. Poupar energia é mais fácil com dispositivos inteligentes

Os dispositivos inteligentes são essenciais para poupar energia e ganhar tempo. Recolhem informações úteis para avaliar os consumos energéticos, identificam fontes de desperdício, desligam automaticamente equipamentos e ajustam definições que permitem uma maior poupança de energia. Um dos exemplos mais simples são as tomadas inteligentes, que cortam a alimentação aos dispositivos sempre que deixa de ser necessária.

9. Dê formação às equipas

Os colaboradores têm um papel fundamental para poupar energia. Dê formação à sua equipa sobre os benefícios da eficiência energética e os procedimentos a seguir para utilizar os equipamentos. Instrua-os a reportar seguir hábitos simples como desligar as luzes, e solucionar problemas simples rapidamente.

Artigo relacionado: 7 dicas indispensáveis para a gestão de equipas

Poupar energia é uma prioridade para qualquer empresa preocupada com os resultados e com a sua pegada ecológica.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário