Sou Pro

O que é a margem de lucro e como se calcula?

O que é a margem de lucro e como se calcula

A margem de lucro permite avaliar se um determinado produto ou serviço é ou não rentável. Se deve descontinuar ou, pelo contrário, investir mais na sua produção. É, portanto, a base de qualquer negócio. Saiba como calcular a margem de lucro para a sua empresa.

O que é a margem de lucro?

A margem de lucro é a percentagem que uma empresa ganha ao vender um produto ou serviço. Se for positiva, a empresa está a ganhar o suficiente para cobrir os custos de produção e ainda extrair lucro.

Ter uma boa margem de lucro não significa necessariamente ter um bom volume de vendas, porque o custo de produção pode também ser elevado. Assim, calcular a margem de lucro é essencial para conseguir atribuir preços que cobrem os custos envolvidos e que estejam em conformidade com o mercado.

Como é calculada a margem de lucro?

O cálculo da margem de lucro de uma unidade de produto é feito pela fórmula: Margem de lucro = (preço de venda – custo de produção) / preço de venda x 100. Por exemplo, se vende um produto por €130 e tem um custo de produção de €85, a margem de lucro (130 – 85) / 130 x 100 = 35%.

Entende-se como custo de produção o valor que foi necessário investir para produzir e disponibilizar o produto final ao cliente, em todas as suas etapas, como o custo da matéria-prima ou da mão de obra. Para além disso, devem ainda ser consideradas as despesas correntes da empresa, como transporte ou armazenamento.

Regra geral e apesar das margens de lucro variarem muito de empresa para empresa, uma taxa na ordem dos 20% em serviços e de 8% na indústria são boas referências.

Como melhorar a margem de lucro?

Se chegou à conclusão de que a sua margem de lucro precisa de ser melhorada siga estas dicas.

1. Fique atento à concorrência

Confirme se os preços que pratica estão em linha com o seu nicho de mercado e compare-se com a sua concorrência direta. Considere também o seu volume de vendas e se poderá baixar a margem de lucro por unidade, mas lucrando mais por quantidade, tornando assim a sua empresa mais competitiva.

 2. Controle as despesas

Para reduzir as despesas, faça um controlo apertado do que necessita. Tente renegociar com fornecedores ou fazer novas consultas de orçamentos para obter preços mais vantajosos para a sua matéria-prima, sem comprometer a qualidade.

Reveja a sua logística para tentar identificar pontos potenciais de poupança ou de agilização, economizando tempo, equipamentos, e até mesmo duplicação de processos. Além disso, implemente internamente estratégias para diminuir o consumo de energia; muitos hábitos aparentemente inofensivos podem representar uma parcela significativa das despesas da eletricidade.

Artigo relacionado: 9 dicas para uma gestão de fornecedores eficaz

3. Encontre uma forma de se diferenciar 

Analise a sua concorrência e veja o que falta no seu nicho de mercado. Os clientes, mais do que um produto ou serviço, compram uma experiência e um sentimento de pertença. Isto justifica que, por exemplo, um cliente se desloque a uma padaria mais longe da sua casa porque é sempre muito bem acolhido, em vez da padaria mesmo em frente cujo funcionário raramente sorri.

Aposte no acompanhamento, na personalização ou em outro diferenciador que faça com que o público o escolha a si em detrimento da concorrência – um grande passo para a fidelização de clientes e para vendas recorrentes que, em regra, implicam menos despesas do que as envolvidas na conquista de um cliente novo.

4. Reveja as margens de cada família de produto

Uma empresa pode praticar margens de lucro muito diferentes nos vários produtos e serviços que comercializa. Em alguns, pode ter lucro e noutros prejuízo. É por isso muito importante que o cálculo da margem de lucro seja feito de forma individual para cada produto, e não de forma massiva a toda a oferta.

5. Atualize a margem de lucro

Por vezes, as empresas definem os preços (e uma margem de lucro) para os seus produtos quando estão a começar, para tentar ser competitivas no mercado, e acabam por manter esses valores durante mais tempo do que o previsto. Para aumentar a taxa de lucro, é importante ter capacidade de adaptar consoante os momentos da vida da empresa. Se já tem um nome e reputação estabelecidos no mercado, talvez possa subir um pouco os preços.

Artigo relacionado: 8 dicas para aumentar as vendas online

A margem de lucro é um dos fatores importantes a considerar quando abre um negócio e é crítico para a saúde financeira da sua empresa. É por isso que o OLX Business disponibiliza uma forma de vender os seus produtos online sem comissões, para que não tenha de alterar a sua margem de lucro em função do canal de venda.

Connosco, poderá digitalizar o seu negócio de forma segura e intuitiva para alcançar clientes em todo o mundo. Crie um perfil hoje no OLX Business e comece já a vender.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário