Sou Pro

Linhas de crédito: 6 opções de financiamento para empresas portuguesas

Linhas de crédito para empresas portuguesas

O acesso a linhas de crédito é um dos principais desafios de empresários e de empreendedores no que toca à gestão financeira e de tesouraria. Descubra 6 opções à disposição das empresas portuguesas, e as condições praticadas.

#1 Linha de apoio à economia Covid-19 – Micro e Pequenas Empresas

  • Apoio para empresas exportadoras da indústria e do turismo;
  • Destinado a micro, pequenas e médias empresas com pelo menos 20% de exportações;
  • Apoio de até 4.000€ por posto de trabalho.

O IAPMEI disponibiliza um conjunto alargado de linhas de apoio às empresas, cujas candidaturas devem ser colocadas junto dos bancos aderentes.

Entre as várias opções disponíveis, a Linha de apoio à economia Covid-19 destaca-se pelo apoio máximo de 4 000 euros por posto de trabalho, sujeito a limites, com possibilidade de conversão de até 20% em valor não reembolsável.

Segundo as condições da linha de crédito, a garantia mútua cobre até 90% do capital em dívida para Micro e Pequenas Empresas e até 80% do capital em dívida, para Médias Empresas, Small Mid Cap e Mid Cap. O período de carência é de até 12 meses.

Para aceder a estas linhas de financiamento as empresas devem ter a Certificação PME. Entre outros custos e encargos, a operação implicará o pagamento de uma comissão de garantia, cujo valor varia em função do prazo e montante garantidos.

#2 Linha de Crédito Fundo Europeu de Investimento Uncapped

  • Apoio a micro e pequenas empresas e PME;
  • Disponível em duas estruturas distintas, a 6 ou 15 anos;
  • Para cobrir necessidades de fundo de maneio, e empresas que precisem de financiar um investimento em bens tangíveis ou ativos intangíveis.

As micro, pequenas e médias empresas têm à sua disposição uma Linha de Crédito criada pelo Fundo Europeu de Investimento (FEI). Este apoio tem como objetivo responder a necessidades de fundo de maneio, refinanciar obrigações existentes e financiar um investimento em bens tangíveis ou ativos intangíveis.

Esta linha apresenta duas estruturas: até 6 ou 15 anos. No primeiro caso, o montante máximo vai até ao dobro da massa salarial anual, ou 25% do volume de negócios total ou às necessidades de financiamento para um período de 18 meses de acordo com a apresentação de um Plano de Negócios. A 15 anos, a empresa pode optar entre financiar produtos agrícolas até 100.000€, investimentos no setor de pescas e aquacultura até 120.000€, ou outros setores até 800.000€.

É possível concorrer, em simultâneo, às duas estruturas (6 e 15 anos). São elegíveis empresas que não estejam insolventes e que não tenham recebido ajuda de resgate ou auxílio de reestruturação.

#3 Linha de Apoio ao Empreendedorismo e à Criação do Próprio Emprego (LAECPE)

  • Linha de apoio destinada a empreendedores que querem lançar o seu negócio;
  • Financiamento com garantia e bonificação da taxa de juro pelo IEFP nos primeiros 3 anos do crédito.

Esta linha de crédito tem como objetivo combater a exclusão económica e social e o desemprego de longa duração. O programa está vocacionado para jovens à procura do primeiro emprego, com idade entre os 18 e os 35 anos inclusive, que querem lançar um novo projeto.

Mas quem está desempregado há 9 meses ou menos, em situação de desemprego involuntário, ou há mais de 9 meses, independentemente do motivo da inscrição, também se pode candidatar.

Esta linha de crédito permite aos candidatos beneficiar de um empréstimo a uma taxa suportada em parte pelo IEFP, nos primeiros três anos.

Artigo relacionado: Quais são as medidas de apoio às empresas?

#4 SI Inovação – Linha Capitalizar Mais

  • Inclui despesas não elegíveis de candidaturas aprovadas (ex.: fundo de maneio);
  • Prazos alargados até ao máximo de 96 meses, com período de carência de 24 meses.

A Linha Capitalizar Mais – Novo SI Inovação é destinada a empresas que precisam de financiar projetos com um elevado grau de inovação. Tem duas componentes: subsídio a fundo perdido e financiamento bancário com taxas de juro bonificadas.

Os beneficiários são Pequenas e Médias Empresas certificadas pelo IAPMEI, incluindo Empresários em Nome Individual e micro empresas. Estão excluídos os setores das pescas e a transformação de pescado.

Uma das principais vantagens desta linha de crédito são os prazos alargados: Até 8 anos, com 2 anos de carência de capital. Para o setor do Turismo, o prazo passa a ser de até 10 anos, com carência de capital de 3 anos. O período de utilização é de até 24 meses após a data de contratação das operações, com o máximo de 3 utilizações.

#5 IFRRU 2020

  • Linha de crédito indicada para reabilitação e revitalização urbana;
  • Cobre despesas para revitalização edifícios com mais de 30 anos nas cidades, para habitação ou atividade económica;
  • Prevê um incentivo adicional para preparar as cidades para um futuro sustentável.

Esta linha de crédito apoia a reabilitação e revitalização urbanas com condições mais favoráveis do que as praticadas no mercado. É indicada para quem procura um apoio para revitalização de edifícios com mais de 30 anos nas cidades, para habitação ou atividade económica. O programa prevê ainda um incentivo adicional para preparar as cidades para um futuro sustentável e o financiamento de despesas como realização de estudos, planos e projetos, aquisição de edifícios e terrenos, e medidas de eficiência energética.

No que toca às condições de financiamento destacam-se os empréstimos com prazos até 20 anos, carência de capital pelo período de investimento com um máximo até 4 anos. As taxas de juro e comissões estão abaixo das praticadas para projetos de investimento da mesma natureza.

#6 Linha de Crédito para a Descarbonização e Economia Circular

  • Linha de crédito para apoiar projetos de eficiência e transição energética;
  • Para empresas industriais e do setor do turismo;
  • Prazo até 10 anos e carência até 24 meses.

Esta linha de crédito apoia as empresas industriais e do setor do turismo a investir em projetos que melhorem a sua eficiência energética e que acelerem o processo de transição para uma economia circular.

As principais vantagens para a empresa são a comissão de garantia integralmente bonificada, a taxa de juro até 1,5% e a cobertura por Garantia Mútua até 80% do capital em dívida.

São elegíveis operações como a substituição de equipamentos existentes por outros mais eficientes, a implementação de dispositivos de monitorização, os investimentos em fontes renováveis para autoconsumo e a reformulação de processos, com vista a aumentar a eficiência na utilização de recursos.

Para as CAEs do setor do Turismo são ainda elegíveis as intervenções com o objetivo de reforçar o isolamento térmico e melhorar a eficiência energética.

Com prazo até 10 anos, carência até 24 meses e utilização entre 3 meses e 24 meses esta linha de crédito deve ser solicitada junto do seu banco.

Estas linhas de crédito podem ser o que precisa para passar do papel à realidade é uma pequena ajuda. Informe-se junto do seu banco e, se for o caso, candidate-se com o seu projeto. Depois, coloque os produtos à venda no OLX Pro, o portal desenhado para ajudar as empresas portuguesas a vender online, sem custos nem comissões sobre as vendas. Para começar, clique aqui.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário