Sou Pro

Jovens empreendedores: à procura de inspiração em 4 casos de sucesso

Jovens empreendedores inspiração casos de sucesso

Para quem está agora a começar um negócio, ou a gerir uma empresa, estudar o percurso de outros jovens empreendedores é uma parte essencial da aprendizagem. Ao estudar o caminho trilhado por outros indivíduos vai descobrir preocupações partilhadas, soluções para problemas comuns, prevenir que se repitam os mesmos erros, e acelerar o crescimento do negócio. Estes são apenas alguns dos jovens empreendedores que vale a pena conhecer melhor.

1# “O CEO tem a profissão mais solitária do mundo” – José Neves, fundador da Farfetch

José Neves aprendeu a programar por acaso. Quando tinha 8 anos, num natal, recebeu um ZX Spectrum, e os pais esqueceram-se de comprar jogos. Nos dias seguintes, pouco havia a fazer a não ser programar, porque trazia a consola trazia um manual que o permitia. A partir daí, ficou viciado naquela que se viria a tornar uma grande paixão. Muitos anos depois, mas com essa memória bem presente, fundava a Farfetch – o primeiro unicórnio português que cruza moda e tecnologia.

A ideia surgiu em 2007. José Neves apercebeu-se que as empresas que estavam a crescer e que tinham maior saúde financeira eram as que tinham apostado no ecommerce. E que existiam centenas de empresas que não tinham ideia de como começar a lidar com a presença online mas que estavam entusiasmadas com a oportunidade. Identificada a ideia de negócio, numa área que estava em crescimento explosivo, faltava dar o próximo passo: executar.

Para isso, foi necessário desenvolver de raiz uma plataforma que ligasse lojas físicas a um site de ecommerce, em tempo real, com logística integrada. Um enorme desafio mesmo para um programador experimentado, que não teria sido possível sem uma paixão para trabalhar em coisas novas, diferentes e revolucionárias. Foi a génese da Farfetch que conhecemos hoje.

2# “Segue a visão, não o dinheiro.” – Tony Hsieh, CEO da Zappos

Filho de imigrantes Taiwaneses, Tony Hsieh passou a maior parte da sua infância e juventude em Silicon Valley, onde também iniciou uma bem sucedida carreira empreendedora. Formado pela universidade de Harvard, Tony iniciou a carreira profissional como Engenheiro de Software na Oracle em 1996. Mas, apenas cinco meses após ter começado a trabalhar, Tony percebeu que aquele tipo de ambiente corporativo não era do seu interesse e pediu a demissão.

Pouco tempo depois, em parceria um amigo, fundou a Link Exchange que viria a ser vendida à Microsoft em 1998. Com o dinheiro que conseguiu com a venda da Link Exchange, Hsieh fundou a incubadora Venture Frogs que investia em empresas de tecnologia. No seu portfólio estava a Zappos.com.

A Zappos é uma loja exclusivamente online que vende calçados, roupas, relógios e outros acessórios. Meses após ter feito o investimento inicial na Zappos, Hsieh juntou-se à equipa como CEO. Pouco menos de uma década depois levou o grupo à marca histórica de quase mil milhões de dólares em faturação. A empresa, que foi fundada em 1999, apresentou números expressivos de crescimento durante 10 anos, até que em 2009 foi adquirida pela Amazon.

Focado no atendimento ao consumidor e na felicidade dos colaboradores, Tony sempre se destacou por um modelo de gestão diferenciado. Em 2013, fez a Zappos passar por uma das suas maiores mudanças com a implantação da “holocracia“, um modelo de gestão menos vertical e mais democrático, que dá voz a todos os colaboradores.

5 perguntas para saber se chegou o momento de empreender

3# “Não te preocupes com o fracasso, só precisas de acertar uma vez. ” – Drew Houston, cofundador e CEO do Dropbox

Drew Houston, cofundador e CEO do Dropbox, é uma de várias inspirações para jovens empreendedores na área de tecnologia, mas cujo perfil não é tão conhecido.

Desde a fundação da empresa em 2007 com Arash Ferdowsi, Drew conduziu o crescimento da empresa de uma ideia simples a um serviço usado por mais de 600 milhões de pessoas em todo o mundo. Mas como chegou até aqui?

Tudo começou em 2006, quando Drew terminou os estudos em Engenharia Elétrica e Informática no MIT. Enquanto estava na faculdade, Houston inscreveu-se para fazer o teste beta de um jogo online enquanto estava a ser construído. Foi assim que começou a explorar a forma como o jogo tinha sido criado e descobriu várias vulnerabilidades de segurança. A equipa que estava a desenvolver o jogo não perdeu tempo e, apercebendo-se do potencial de Drew, rapidamente lhe ofereceram emprego. A Dropbox nasceu de um momento semelhante.

Depois de se formar e enquanto conjugava o primeiro emprego com viagens permanentes para encontrar financiamento e parceiros, Drew transformou a frustração de andar sempre com pens USB e de enviar ficheiros por e-mail para si mesmo no que hoje conhecemos como Dropbox. Hoje, é uma das plataformas de colaboração mais utilizadas no mundo e chegou a ser considerada a empresa com o melhor rácio de receitas por colaborador do mundo.

4# “Se não estás envergonhado com a primeira versão do produto, é porque lançaste tarde demais.” – Reid Hoffman, cofundador do LinkedIn

Reid Hoffman é um dos fundadores do LinkedIn, a maior rede social profissional do mundo e que revolucionou o mercado de trabalho. Atualmente, faz parte do conselho de administração da Microsoft.

O percurso profissional de Hoffman começou em 1994, quando se juntou à Apple. Na empresa fundada por Steve Jobs e Steve Wozniak, Hoffman era responsável pelo eWorld, um projeto do grupo que almejava criar algo semelhante a uma rede social. Dois anos depois, o eWorld foi vendido ao AOL, e Hoffman deixou o negócio, chegando a trabalhar por um breve período na Fujitsu.

Em 1997, o empreendedor sai da Fujitsu para criar uma das primeiras redes sociais da história, a SocialNet, uma ferramenta que procurava unir pessoas com os mesmos interesses e que, nos seus inícios, atraiu diversos investidores. Em paralelo com o desenvolvimento da SocialNet, Hoffman aceitou o convite de Peter Thiel para se juntar a ele na criação da empresa que mais tarde se tornaria o PayPal.

Nesse mesmo ano, o empreendedor e mais quatro sócios que também fizeram parte do projeto SocialNet, fundaram o LinkedIn. Era um período de descrédito da internet, principalmente pelo estouro da chamada “bolha dotcom” que aconteceu no início dos anos 2000. Mas, com tanta transformação de emprego, Hoffman viu uma oportunidade.

Apesar do contexto difícil, cedo o LinkedIn atingiu a meta de 1 milhão de utilizadores. Nos dois anos seguintes o LinkedIn teve um aumento de 900% de vendas e as visitas no site passaram de 9 milhões para 35 milhões.

Em 2016, Reid Hoffman vendeu a sua participação na empresa à Microsoft, um negócio que movimentou 26 biliões de dólares.

O OLX é o parceiro dos jovens empreendedores

Estes empreendedores servem de exemplo e inspiração para quem está agora a começar ou a gerir um negócio. Conhecer as suas biografias pessoais, o contexto que os envolvia e os desafios que tiveram de ultrapassar é essencial para conquistar a resiliência necessária para singrar nos negócios.

Em comum, o fundador da Farfetch, da Zapos.com, do LinkedIn e da Dropbox têm uma dedicação extraordinária, a coragem para tentar o impossível e um sentido de urgência em fazer acontecer. Atualmente, uma nova geração de jovens empreendedores portugueses comunga destes sentimentos e prepara-se para transformar o mundo.

Pronto para começar? O OLX é o parceiro digital de todos os jovens empreendedores que querem vender online sem burocracias. Para começar, basta criar um perfil no OLX Pro. O registo é gratuito, 100% digital e não paga comissões sobre as vendas.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário