Sou Pro

7 Ideias de produtos sustentáveis para a sua empresa

Ideias de produtos sustentáveis para a sua empresa

Os portugueses são cada vez mais adeptos de produtos sustentáveis. Estudos levados a cabo ainda antes da pandemia já mostravam que 92% dos portugueses tomava decisões de consumo sustentável diariamente. A maioria da população, 86% dos consumidores, mostrava-se sensível ao chamado consumo sustentável, tendência que a Covid-19 e o aumento das compras online veio ainda reforçar.

Estas são 7 ideias de produtos sustentáveis que qualquer empreendedor pode lançar

1# Capas de telemóveis eco-friendly

Sabia que existem mais smartphones do que pessoas no planeta? É uma quantidade impressionante de acessórios como capas de telemóveis que são consumidas (e descartadas), todos os dias.

Existe uma nova geração de startups com a ambição de tornar este grande mercado mais amigo do ambiente através de produtos sustentáveis. A transformação envolve todos os processos, incluindo a produção de capas de telemóveis eco-friendly.

As capas para smartphone feitas de bioplástico sustentável, compostas a 100% por materiais recicláveis, compatíveis para Android e iPhone, são um excelente exemplo de produto sustentável com elevada procura neste momento.

5 ideias de negócios sustentáveis

2# Chaves de hotel de plástico reciclado ou bamboo

As chaves de hotel em formato de cartão de magnético (estilo cartão de crédito) são geralmente produzidas a partir de plástico. Tipicamente, não são usados plásticos reciclados, e os materiais tão pouco são recicláveis. É uma indústria que muitos dão por garantida e poucos questionam. Até há uns anos, pelo menos, era assim.

Desde então, e com o aumento da consciência ambiental de turistas e viajantes por todo o mundo, tem surgido mais uma oportunidade de criar um produto sustentável. Fornecer chaves de hotel feitas a partir de material reciclado ou, em alternativa, bamboo.

Grandes cadeias de hotel, como a Marriot, já dão preferência a este tipo de produto sustentável.

3# Papel higiénico sem cartão

Cada rolo de papel higiénico tem, no seu centro, um pequeno rolo de cartão endurecido. Aparentemente inofensivo, a presença deste elemento desnecessário tem consequências para o ambiente: por cada milhão destes pequenos rolos de cartão são necessárias 60 árvores, 1.5 milhões de litros de água e 21 toneladas de materiais de embalagem.

As inovações nesta área já permitem substituir o rolo de cartão por outro feito de fibra reciclada até 40% e que comporta 800 folhas por rolo, contra as 500 tradicionais.

4# Eco-friendly Fashion

Aqui ficam alguns factos rápidos para se compreender a escala poluidora da indústria da moda. Emite mais carbono por ano do que todos os voos internacionais juntos. Produz 10% de todas as emissões de carbono da humanidade. E é o segundo maior consumidor de água do mundo.

E o nosso apetite coletivo por roupa não para de aumentar. Guardamos as peças apenas metade do tempo do que há 10 anos, utilizamos cada peça apenas 7 vezes antes de a deitarmos fora e a maioria das pessoas só utiliza 20% das roupas no armário.

Como resposta a estes números, nos últimos anos tem crescido o apelo da moda sustentável, também conhecida por eco-friendly fashion ou slow-fashion. As marcas e os consumidores estão cada vez mais atentos ao seu impacto ambiental, passando a utilizar métodos de produção mais ecológicos. Os exemplos incluem o tingimento de baixo impacto, reciclagem de materiais naturais e o cultivo de algodão orgânico sem pesticidas.

Aqui fica um exemplo prático: cintos feitos a partir de garrafas de plástico recicladas. Um produto de que todos precisam, e uma forma de contribuir para um mundo melhor. O que torna estas empresas amigas do ambiente? Operar de forma ética e transparente, com consideração pelo impacto nas pessoas e no planeta.

5# Mobília sustentável

Até chegar às nossas mãos, um móvel tem uma longa cadeia de produção por trás. A plantação das árvores, abate, corte, transporte, carpintaria e tratamento químico são apenas algumas das etapas de um processo que à primeira vista pode parecer simples.

Mas é possível reduzir esse impacto ao vender móveis que utilizam peças mais antigas e reciclando outros materiais no processo de produção.

6# Cosméticos naturais

Sabonetes, cosméticos e artigos de limpeza são apenas alguns dos produtos sustentáveis que podem ser feitos com materiais orgânicos comuns.

Qualquer pessoa pode replicar uma receita de esfoliante de açúcar ou solução de limpeza à base de vinagre por conta própria. Mas para transformar estas ideias num negócio sustentável é necessário dominar competências como marketing e logística.

7# Brinquedos sustentáveis

A maioria dos brinquedos, especialmente os de plástico, contêm toxinas como Bisfenol A, ftalatos e colas com formaldeído. Inevitavelmente, acabam em aterros sanitários que levam centenas de anos para se decompor.

Os brinquedos sustentáveis são melhores para as crianças e mais amigos do ambiente. Para serem considerados sustentáveis, os brinquedos devem ser recicláveis ou feitos com materiais naturais, ou de origem sustentável. Alguns brinquedos ecológicos também podem ser feitos com tintas e materiais não tóxicos.

Em Portugal, estamos cada vez mais conscientes da realidade das mudanças climáticas, mas será que estamos mesmo preparados para mudar de hábitos? A nível europeu, os portugueses já são dos mais dispostos a aumentar o consumo de produtos orgânico. Mais: 75% está disposta a pagar um extra por produtos sustentáveis.

O OLX Pro foi desenhado para ajudar a lançar este tipo de produtos sustentáveis. Basta criar os primeiros protótipos e colocar um anúncio no maior marketplace do país. No espaço de algumas horas, os seus produtos ficam visíveis para mais de 80.000 consumidores por dia.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário