Sou Pro

Empreendedorismo: transforme o seu hobby num negócio rentável

Jovem empreendedora

O mundo do empreendedorismo começa, muitas vezes, por uma ideia de negócio que surge a partir de gostos pessoais ou da perceção das competências que se tem para determinada atividade. 

Deixar um emprego estável para construir uma carreira a partir um hobby pode ser arriscado. No entanto, para muitas pessoas investir no empreendedorismo é a alavanca para alcançar a realização profissional e pessoal.

Caso se encontre sem trabalho, poderá ter uma menor sensação de risco, o que não quer dizer que empreender não implique riscos – há sempre desafios quando se inicia um projeto. Para os reduzir, torna-se importante definir um plano de negócio.

O momento é o presente

Quantas vezes já pensou dar o passo, transformar o seu hobby num negócio rentável, a que se possa dedicar a tempo inteiro? E quantas vezes adiou essa ideia por considerar que seria demasiado arriscado, ou por não ser a altura ideal? 

Os anos vão passando e na verdade, não existe um timing perfeito. A hora certa para seguir o seu sonho é agora mesmo.

Aventure-se no empreendedorismo. Comece por montar um site simples, o seu perfil no OLX e contas nas redes sociais. Tire fotografias dos seus produtos e trabalhe nos conteúdos que pretende partilhar. Está na hora de avançar.

Analisar os riscos e as consequências associados ao empreendedorismo

É necessário entender os desafios que tem pela frente, desde o primeiro momento, para enfrentar o mundo do empreendedorismo. Defina planos alternativos aos quais pode vir a recorrer, caso alguns obstáculos se coloquem no caminho. Pergunte-se: “se o meu projeto não der certo, conseguirei ter uma alternativa?”.

É fundamental perceber se está preparado para trabalhar com o seu hobby, uma vez que este, ao transformar-se num negócio, será a sua fonte de rendimento. Será parte integral da sua vida e à qual vai precisar de se dedicar em pleno.

Se está empregado, crie uma lista de prós e contras sobre abrir o seu negócio e sair do seu emprego atual. Chegará à conclusão sobre se vale a pena deixar o seu salário fixo para arriscar-se no empreendedorismo.

Empreendedorismo: hobby ou negócio?

Se pretende transformar o seu hobby num negócio rentável então deve começar a encará-lo como isso mesmo: um negócio.

  • Dedique horas regulares para trabalhar nele;
  • Monitorize as suas despesas e os seus ganhos;
  • Separe as suas finanças pessoais das profissionais;
  • Prepare-se para a burocracia necessária.

Pronto para começar? Este é o guia passo-a-passo para o empreendedorismo

1. Empreender não rima com pesquisar (mas devia)

Sabe qual o preço da venda dos produtos ou serviços que pretende desenvolver no seu negócio? Sabe qual a margem de lucro, quem podem ser os seus consumidores e qual é a sua concorrência?

A pesquisa de mercado pode ser feita, inicialmente, de forma informal. Determine um nicho ou um seguimento, um público e entenda como esse mercado funciona. Alguns exemplos a investigar:

  • Se existe concorrência e onde atua;
  • Como é que a concorrência se posiciona;
  • O que pode trazer de valor agregado com o seu negócio;
  • Como pode diferenciar-se dos outros players;
  • Quais os preços praticados;
  • Como o seu produto ou serviço se pode encaixar no mercado.

2. Defina o público-alvo

É essencial ter a sua audiência definida. O seu cliente-tipo vai ajudá-lo a marcar presença nos sítios certos. Com uma comunicação adequada, vai despertar o seu interesse.

Diferentes tipos de pessoas procuram diferentes mercados. Não precisa de chegar a todos, apenas ao seu público chave. Assim vai evitar perder tempo, recursos e energia.

3. Crie um plano de negócio

Pensar em empreendedorismo, transformando o seu hobby num negócio rentável, possivelmente abdicando do seu emprego atual, implica ter um plano bem definido. Só ao entender o rumo que vai dar ao seu negócio, é que pode perceber se o seu projeto tem pernas para andar.

Elabore um plano simples, com uma projeção a cinco anos, e verifique quanto será necessário investir. Pense em cada passo ao longo desse caminho. Tenha em conta o que pretende produzir, que produto quer comercializar, quem pode trabalhar consigo, onde a empresa vai funcionar, entre outras questões.

4. O segredo não é a alma do empreendedorismo: procure opiniões de pessoas de fora

Muitos empreendedores evitam partilhar as suas ideias em fase embrionária, numa variação do lema “o segredo é a alma do negócio”. No entanto, é importante procurar pessoas fora do seu círculo de amigos e familiares e esteja disponível para ouvir opiniões. Estas pessoas têm maior probabilidade de lhe dar uma opinião honesta, e podem dar-lhe avaliações mais realistas sobre a sua proposta de empreendedorismo.

Avalie também se existe procura para o seu negócio. Pode experimentar vender para a sua rede de contactos e avaliar o feedback. Por vezes, a diferença está nas pequenas coisas, desde uma pequena embalagem ou cartão de agradecimento até à forma como faz a sua comunicação.

5. Estabeleça o preço e considere todos os fatores

Dar um preço ao que fazia como hobby pode ser difícil. Na definição do preço, fatorize os custos de produção, diretos e indiretos, o tempo e experiência que dedica aos projetos e o custo de oportunidade (o que teria ganho se estivesse a fazer outra coisa). Não se esqueça também de considerar que por vezes existem imprevistos e custos adicionais.

Deve obter um lucro razoável, sem praticar um preço que o expulse do mercado. Será interessante avaliar que tipo de produto ou serviço pode desenvolver para a procura que existe, sem que perca o seu lucro e restante investimento.

6. Trate cada cliente como se fosse único

Os clientes priorizam quem lhes resolva os seus problemas, dê resposta aos seus maiores receios e quem lhes responda às suas necessidades. Quanto mais apreciados, mais atraídos são.

7. Seja consistente

Prepare-se para momentos altos e baixos. Uma newsletter pode ter uma taxa de abertura baixa, mas outra já pode ter um resultado excecional. Mantenha o otimismo e procura melhorar gradualmente, sem perder a personalidade e consistência.

O empreendedorismo também passa por criar uma relação com o público. O ideal será começar com uma oferta limitada, por exemplo, e aumentar gradualmente, ao invés de tentar fazer tudo como as empresas já sedimentadas no mercado e depois não conseguir dar resposta. Assim garante o mesmo nível de atendimento e de apoio a todos os clientes.

8. Tire partido das redes sociais

A internet e as redes sociais são excelentes aliadas na hora de lançar o seu negócio e vender os seus produtos e serviços, com um investimento geralmente baixo.

Comece por perceber qual a rede social preferida do seu público alvo e crie uma conta (empresarial) nessa rede social. Programe as suas publicações com fotografias de alta qualidade, informações descritivas e, se possível, valores.

Pode intercalar essas publicações com outras de interesse para o seu público. Disponibilize também todas as informações necessárias para que as pessoas possam entrar em contacto com a sua empresa.

Tudo-em-um no portal de vendas mais utilizado do país: o OLX

Para além das redes sociais, um canal de vendas, como uma loja virtual, é um impulsionador para o seu negócio. Abra a sua conta no OLX, crie o seu perfil, o seu próprio site dentro da plataforma e comece a vender desde o primeiro dia.

Pode utilizar o serviço de entrega do próprio OLX, no qual as entregas são feitas no dia útil seguinte. Para além disto, é também possível que o cliente acompanhe o estado da sua encomenda pelo site e faça alterações à mesma, em caso de necessidade.

Anote estas 4 competências essenciais para o empreendedorismo

  • Polivalência: Esteja aberto a aprender todos os dias e a desenvolver novas competências;
  • Discernimento: A capacidade para identificar o mais importante em cada momento, e priorizar tarefas na gestão do dia-a-dia;
  • Questione pressupostos: Questione-se constantemente sobre o que o diferencia da concorrência. Avalie como pode aprimorar o seu produto ou serviço de forma recorrente;
  • Persistência: Encare os erros como oportunidades de aprendizagem e trabalhe com foco. O empreendedorismo envolve altos e baixos e é fundamental que esteja mentalmente preparado para lidar com eles.

O empreendedorismo está sempre a evoluir. Se procura mais informação para transformar o seu hobby num negócio rentável, descubra as melhores ferramentas de gestão financeira ou os passos para abrir uma empresa.

O empreendedorismo exige trabalho, planeamento e estruturação. Para outros insights sobre transformar o seu hobby num negócio rentável explore as partilhas do OLX para profissionais aqui.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário