Sou Pro

Email marketing: está a tirar partido da sua lista de emails?

dicas email marketing

O email marketing é uma das mais poderosas ferramentas numa estratégia de marketing digital. É usado como forma de comunicação direta entre as marcas e os seus clientes e pode ser altamente eficaz no que diz respeito ao aumento de vendas. Descubra em que consiste, porque deve utilizar no próximo plano de comunicação e como implementar.

O que é o email marketing?

O email marketing é uma estratégia de comunicação que assenta no envio de emails apelativos e com conteúdo relevante para uma audiência segmentada. O objetivo? Criar uma ligação com os clientes, aumentar o volume de vendas e melhorar a retenção de clientes.

Imagine que gere uma loja de roupa e recebeu artigos novos. Pode, por exemplo, definir que quer atingir o público feminino e criar uma campanha de email marketing para mostrar as novidades. Nesses emails, pode apresentar sugestões de looks com as novas peças e ao fazê-lo, não só as divulga como apresenta ideias práticas de como utilizá-las e em que ocasiões.

Para que o email marketing resulte é necessário seguir um conjunto bem definido de boas práticas e planear uma estratégia com base em KPI’s claros. As empresas que o fazem colhem vários benefícios.

Segmentação, conversão e impacto: as vantagens do email marketing

O sucesso do email marketing é mais do que conteúdo relevante com um design atrativo. Uma estratégia de email marketing bem-sucedida traduz-se essencialmente em 4 benefícios para uma empresa:

1. O email marketing tem uma elevada taxa de conversão

A taxa de conversão mostra qual a percentagem de e-mails que cumprem o objetivo final – seja de aumentar vendas ou o preenchimento de um formulário.

Em 2021, a taxa de conversão média por email foi de 15,2% em todo o mundo. No mesmo ano, o email foi o responsável por 19,8% de transações. Valor bastante aceitável, tendo em conta que apenas fica atrás da pesquisa paga (19,9%) e do tráfego orgânico (21,8%).

2. É um formato low cost

Não precisa de fazer um grande investimento para obter resultados com o email marketing. O envio do email é gratuito, pelo que o único investimento passará pela utilização de algumas plataformas de marketing para otimizar o processo.

3. Aumenta o tráfego no site

O email marketing é uma forma de levar pessoas ao site das marcas. Por isso, o email deve conter vários links para diferentes páginas do site. Por exemplo, pode incluir ligações para produtos, para artigos do blog ou uma secção de vídeos explicativos de um serviço.

Em complemento, deve incluir botões direcionados às redes sociais para que os clientes também possam conhecer estas páginas.

4. Permite acompanhar os resultados em tempo real

Outro benefício do email marketing é a possibilidade de acompanhar em tempo real os resultados de cada campanha e analisar o comportamento dos consumidores. Deve definir quais os indicadores mais importantes consoante o objetivo que tem e medir regularmente o seu desempenho.

Por exemplo, se decidiu criar uma aplicação para melhorar a experiência do cliente em mobile e enviou um email a apresentar a novidade, pode analisar a taxa de conversão – a percentagem de pessoas que clicou no link para fazer o download.

Como utilizar o email marketing e aumentar as vendas

Entendidas as vantagens do email marketing, importa perceber como o pode implementar. Para colocar uma campanha no ar são necessários 7 passos simples:

1. Defina um objetivo

Determine quais os objetivos a pretende atingir e tenha-os sempre presente durante a campanha para poder medir os resultados que gerou.

2. Construa a lista — não a compre

O segundo passo é criar uma boa lista de contactos. Deve perceber quem é o público-alvo que não vai mesmo querer perder o produto ou serviço que está a apresentar.

Defina como irá criar essa lista, mas é importante que não opte por comprá-la. Uma das vantagens do email marketing é a personalização, pelo que ao comprar uma lista de contactos pode estar a investir dinheiro em algo que não vai trazer retorno. Além de que o local onde fizer a compra pode não ser o mais fidedigno e quebrar as leis de proteção de dados.

Para angariar contactos interessantes experimente criar uma publicação nas redes sociais para as pessoas interessadas se inscreverem numa newsletter, criar um banner no site para ser preenchido um formulário de contacto ou ainda criar anúncios em plataformas como a Google ou o Facebook.

3. Segmente os contactos

A segmentação é um dos pontos onde pode tirar proveito com o email marketing. Por isso, divida a sua lista de contactos pelos fatores mais importantes para o negócio: localização, idade, sexo, interesses. Agrupe os seus contactos consoante as métricas que analisou anteriormente, como por exemplo as compras anteriores ou taxa de cliques.

4. Ofereça um conteúdo com valor

A relevância é a regra de ouro para qualquer conteúdo. Seja na escrita ou ao nível do design.

Deve pensar como é que a buyer persona que criou irá receber o email, o que vai achar interessante e como é que a vai fazer cumprir o objetivo que definiu. Desenvolva um conteúdo interessante e cativante.

Por exemplo, se for personal trainer e pretender apresentar o lançamento de um novo tipo de treino, pode incluir um kit de boas-vindas com produtos saudáveis para as primeiras 20 pessoas interessadas. Além de criar o sentimento de urgência na compra do serviço, ainda vai oferecer produtos com os quais aquelas pessoas se identificam.

5. Escreva um assunto intrigante

O assunto é um ponto chave na medida em que será o primeiro contacto para quem receber o email e é o que ditará a abertura para ver mais.

É importante escolher as palavras certas para não acabar na lista de spam e para deixar os clientes intrigados para o que o restante email lhes reserva.

Pode personalizar o assunto com o nome de quem o vai receber, colocar um call to action ou dizer que são as últimas vagas para, por exemplo, um webinar gratuito.

6. Destaque o call to action

O seu call to action é o botão que direcionará o leitor para a página que pretende. Por isso deve estar bem posicionado e muito bem visível. Pode por exemplo deixá-lo no topo do email e usar cores de destaque.

7. Escolha a ferramenta de envio dos emails e monitorize os resultados

Existem várias plataformas onde pode colocar tudo em prática. O Mailchimp, plataforma intuitiva e gratuita, é ideal para dar os primeiros passos nestas campanhas. Já o Mailify permite a criação de campanhas automatizadas e multicanal, onde além do email marketing tem o complemento de envio de SMS.

Após o envio deverá analisar cuidadosamente as métricas. O objetivo é compreender o que funcionou melhor e que melhorias pode fazer para que o email marketing se traduza no aumento das vendas cada vez maior.

Na era digital em que vivemos o email marketing ganhou uma nova dimensão e hoje é uma ferramenta com muito impacto. Contudo, a sua implementação deve fazer parte de uma estratégia de marketing devidamente estruturada, de forma a atender às necessidades dos clientes.

Para além do email marketing, existe outra forma de chegar a milhares de pessoas todos os dias de forma simples. Crie um perfil no OLX Pro hoje e comece a vender online.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

1 thought on “Email marketing: está a tirar partido da sua lista de emails?”

Deixe um comentário