Sou Pro

Dicas e benefícios de trabalhar em home office

Mulher a trabalhar em home office

Trabalhar em regime de home office tem vindo, ao longo dos últimos anos, a tornar-se uma prática cada vez mais comum nos mercados de trabalho. No entanto, esta crise pandémica veio reforçar a necessidade e a importância da implementação e desenvolvimento do trabalho remoto nas empresas.

Segundo o INE, mais de 1 milhão de portugueses trabalharam a partir de casa no segundo trimestre de 2020. Apesar de esta ser uma situação excecional e na sequência das medidas implementadas pelo governo, acredita-se que o futuro das empresas possa mesmo passar a incluir o trabalho remoto, a longo prazo e de forma definitiva. Por isso, é importante aprender a tirar o melhor partido desta forma de trabalhar.

O panorama do trabalho remoto em Portugal

A pandemia provocada pela COVID 19 veio alterar profundamente todas as nossas rotinas e obrigou a uma mudança estrutural em muitas empresas. Muito antes da pandemia, o trabalho remoto já era tendência e uma opção cada vez mais procurada.

Muitas empresas sentem a necessidade de encontrar um equilíbrio entre o tempo que os colaboradores passam a trabalhar em casa e o que passam no escritório. O desafio é grande, e os dados indicam que “equilíbrio” será mesmo a palavra-chave: há dados que indicam que muitas das pessoas desejam voltar aos seus locais de trabalho habituais, principalmente nas faixas etárias mais jovens. No entanto, as estatísticas também indicam que 49% das pessoas valorizou a ausência das habituais deslocações para o trabalho.

As mudanças e adaptações são inevitáveis, mas conciliar trabalho remoto e presencial será a tendência dos próximos anos.

Home office e trabalho remoto

O trabalho remoto pode ser realizado a partir de casa (está é a modalidade home office) ou de qualquer outro local que não a empresa.

Trabalhar em home office pode ser bastante vantajoso, mas requer uma grande adaptação e aprendizagem por parte das empresas e também dos seus colaboradores. No futuro, acredita-se que a própria estrutura das organizações será pensada e desenvolvida tendo por base esta opção de teletrabalho.

Vantagens do home office

  • Poupança económica: Ao trabalhar em casa é possível poupar, pois reduzem-se os gastos com deslocações e até mesmo com alimentação;
  • Ganho de tempo: Não são necessárias deslocações, o que se reflete em tempo ganho;
  • Gestão de tempo: O teletrabalho permite uma gestão mais flexível do tempo e horários, permitindo ao colaborador organizar a sua rotina da forma mais conveniente;
  • Família: Em alguns casos, o trabalho em home office é fundamental para que o profissional consiga acompanhar ou responder às necessidades familiares de uma forma mais simples;
  • Motivação: A possibilidade de execução de tarefas ao ritmo do próprio colaborador pode trazer uma motivação extra e ajudá-lo a desempenhar esta tarefa de uma forma mais eficiente;
  • Recrutamento: No caso das empresas, a existência da vertente de teletrabalho permite um aumento das opções a nível de recrutamento, pois poderão selecionar candidatos independentemente da sua proximidade à empresa.

Recrutamento online: como encontrar os melhores profissionais

Desvantagens do home office

  • Disciplina: Trabalhar a partir de casa exige um elevado nível de disciplina. As distrações são muitas e é muito fácil deixar que o trabalho seja interrompido. Por essa razão, é fundamental criar rotinas bem definidas e tentar gerir o tempo de uma forma eficaz;
  • Condições de trabalho: Nem sempre é fácil ter em casa uma boa estrutura e todas as condições para assegurar a execução de todas as tarefas. Internet de qualidade e mobiliário adequado são algumas das exigências do home office;
  • Comunicação entre a empresa e o colaborador: Este é um ponto fundamental para que tudo possa decorrer sem grandes contratempos. Uma comunicação eficaz entre as partes é importante para que todas as tarefas sejam cumpridas dentro dos parâmetros e prazos estabelecidos.

Direitos e deveres do trabalhador em regime de home office

O trabalho remoto pode ser uma opção viável em diferentes circunstâncias. Seja como consequência da pandemia em que vivemos atualmente, ou como uma opção natural das empresas, mas há vários aspetos a ter em conta quando falamos em home office. 

As empresas e os próprios colaboradores deverão respeitar uma série de condições para que este contrato possa ser cumprido de forma rigorosa e válida:

  • Se a atividade desempenhada for compatível com teletrabalho, existem várias situações que garantem ao trabalhador o direito a esta opção. Em todos os casos de regime de teletrabalho deverá existir um contrato escrito;
  • Trabalhar a partir de casa pode gerar alguma confusão no que diz respeito aos horários e quando o trabalhador deve ou não estar disponível. É importante estabelecer o horário a cumprir e durante esse período o colaborador deverá estar totalmente dedicado ao seu trabalho. Por outro lado, é importante a empresa cumprir também esse horário, respeitando a privacidade e descanso do funcionário;
  • Por princípio, um colaborador em teletrabalho tem exatamente os mesmos direitos do que os restantes funcionários. Assim, a empresa deve assegurar que o seu colaborador tem todas as condições para desempenhar as suas funções a partir de casa. Por outro lado, o colaborador deve comprometer-se a utilizar de forma correta e cuidada todos os equipamentos que lhe forem entregues.

O trabalho remoto está já previsto em diversas situações e está regulamentado na Subsecção V do Código do Trabalho

7 dicas para trabalhar em home office de forma segura e produtiva

Trabalhar a partir de casa será cada vez mais uma tendência nos próximos anos. As empresas começam a estar mais recetivas a esta possibilidade. Por isso, deixamos aqui algumas dicas que deve ter em conta:

  1. Os colaboradores devem escolher um local confortável onde tenha todo o material necessário;
  2. Estabeleça rotinas, defina o seu horário, crie listas de tarefas. A disciplina é crucial;
  3. Crie reuniões diárias com toda a equipa, esta comunicação é essencial para que nada falhe;
  4. Defina metas e objetivos a nível financeiro. Este planeamento pode ser muito importante para direcionar o seu trabalho de forma mais eficaz;
  5. Procure clientes ou projetos em diferentes áreas de atividade. Para isso, pode publicar um anúncio no maior Marketplace nacional, o OLX.
  6. Fidelize os seus clientes através de uma boa comunicação, serviço de excelência e resolução de problemas;
  7. Procure soluções que possam ajudá-lo a desenvolver e a alavancar o seu negócio. O OLX Pro é uma ferramenta que contribui para a profissionalização, personalização e expansão dos negócios, aumentando a visibilidade e presença digital das marcas.

Os mercados de trabalho evoluem constantemente e nunca o trabalho remoto desempenhou um papel tão importante como nos dias de hoje. Por isso, é fundamental possuir as ferramentas certas que lhe permitirão acompanhar esta tendência. 


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário