Sou Pro

Como poupar água: 5 dicas essenciais

Como poupar água

Qualquer empresário reconhece a importância de poupar água, mas muitas vezes a preocupação com a rotina de trabalho impede que se dê a devida atenção a esta questão. Enquanto isso, as contas mensais aumentam e o problema da escassez da água é agravado. Por isso, é fundamental conhecer e implementar formas de poupar água na indústria, que tenham um impacto positivo nos custos e que contribuam para uma imagem de responsabilidade social perante o público. Descubra como o conseguir com estas cinco recomendações. 

1. Faça o mapeamento da utilização da água

O primeiro passo é conhecer em detalhe a forma como a água é utilizada na sua empresa. Com este dado, será possível identificar oportunidades operacionais para poupar água em processos onde o uso se revela desproporcional ou onde se detetam fugas. Em conformidade com essa informação, poderão ser delineadas estratégias tendo em vista a diminuição do consumo.

Poderá levar este mapeamento mais longe e analisar a pegada hídrica da sua empresa. Este conceito, criado em 2002, permite conhecer o volume de água, direto e indireto, utilizado ao longo de toda a cadeia produtiva. Esta compreensão mais clara e rigorosa da quantidade de água envolvida em cada atividade realizada pela empresa é importante para implementar mudanças na forma de pensar os processos industriais, tendo em vista poupar água e reduzir os custos financeiros associados ao consumo deste recurso. 

Artigo relacionado: 9 dicas para poupar energia

2. Envolva todos os colaboradores da empresa

Os colaboradores que operam os equipamentos industriais são uma peça chave para o sucesso de qualquer implementação estratégica de poupança de água. Aliás, não é possível atingir esse objetivo se não existir um compromisso individual em adotar as recomendações operacionais que se venham a demonstrar necessárias.

Assim, dê formação à sua equipa com vista à sensibilização para a necessidade e urgência de poupar água, contextualizando as repercussões a nível ambiental e global, e esteja sempre aberto a ouvir sugestões. Este passo é fundamental para assegurar a motivação e a adesão aos passos seguintes. Incentive-os a zelar autonomamente pela manutenção de todos os equipamentos, de forma a facilmente identificar fugas e outros problemas que possam estar na origem do consumo excessivo e evitável de água.

3. Escolha cuidadosamente os equipamentos

Prefira equipamentos de lavagem industriais em detrimento dos domésticos. As vantagens são inequívocas: funcionam a partir de mecanismos especialmente projetados para poupar água (e energia elétrica), e utilizando a respetiva e estrita quantidade de água necessária. Além disso, os equipamentos industriais têm também a importante vantagem de durarem mais do que os domésticos e de suportarem cargas mais significativas.

Poderá também ser importante contar com um equipamento multifunções, de forma a ser possível poupar tempo e assim otimizar o uso do equipamento. Por fim, existem no mercado alguns equipamentos que permitem a reutilização da água; a possibilidade de fazer múltiplas operações com a mesma água traduz-se numa poupança muito expressiva.

4. Invista em sistemas de reutilização da água

Nem todos os processos industriais exigem a utilização de água potável. Por isso, privilegie o uso de água não potável sempre que apropriado, como na limpeza do chão, lavagem de equipamentos ou produção de energia. Este processo pode ser otimizado com a implementação de pequenas estações internas de tratamento de água que permitem, inclusivamente, que a água seja reutilizada múltiplas vezes.

A captação da água da chuva também é uma forma eficaz e abundantemente utilizada como forma de reaproveitar este recurso, sobretudo em regiões com maior pluviosidade. Assim, ações como descarga de sanitários ou manutenção de jardins podem ser desassociadas da rede pública, gerando uma poupança de água significativa.

5. Faça vistorias de manutenção com frequência

A prevenção é um fator essencial para corrigir falhas antes de os problemas agravarem e aumentarem as despesas das empresas. Por isso, esteja atento a eventuais irregularidades na canalização e em todos os equipamentos associados, bem como a possíveis sinais de infiltrações nas estruturas.

Por vezes, é possível obter ainda maior poupança se substituir torneiras e válvulas de alto consumo por outras mais eficientes. O mesmo se aplica a todos os dispositivos existentes no mercado concebidos para evitar desperdício, como os redutores de pressão ou temporizadores; avalie a relação custo-benefício em instalar estas soluções na sua empresa.

Artigo relacionado: 5 apps para controlar gastos

A preocupação ambiental está na ordem do dia, e as empresas que empreendem ações socialmente responsáveis são positivamente percecionadas pelo público e pela sociedade em geral, com evidentes benefícios financeiros, logísticos e ambientais. Ainda que o caminho a percorrer seja longo, é importante dar o primeiro passo o quanto antes; cada gota conta e cada ação impacta positivamente o mundo em redor.

No OLX, acreditamos na importância de reutilizar recursos naturais e de empreender ações ambientalmente sustentáveis. Registe a sua empresa no OLX Pro e cresça online de forma sustentável e intuitiva, com menos burocracia, e sem pagar comissões sobre as vendas. Descubra como o OLX Pro pode impulsionar o seu negócio.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário