Sou Pro

Como criar um blog para a sua empresa em 6 passos

Pessoa a criar um blog

Como criar um blog empresarial eficaz? Num momento em que cada vez mais portugueses dependem da presença digital das marcas em que confiam, a resposta a esta questão pode ter um impacto direto no crescimento online do seu negócio.

O que é um blog “eficaz”? É um portal que permite que seja descoberto por leads qualificadas – pessoas que estão à procura de uma solução para um problema específico. Pode ajudar o seu negócio a aumentar vendas, alcançar novos mercados e a ser considerado uma autoridade no setor.

Se está a começar um blog ou à procura de uma forma de otimizar a presença digital do seu negócio, siga estes passos:

1. Como criar um blog? Comece por definir como está e como quer estar

Quer esteja a começar ou a projetar os próximos meses de um blog ativo, o primeiro passo é fazer uma boa avaliação das suas métricas principais e projetar o futuro. Como KPI principais, deve considerar:

  • O número de visitantes únicos por mês. Este é o universo de pessoas diferentes que está a impactar mensalmente com os conteúdos que produz. Se tiver uma estratégia de crescimento, aumentar este valor será um dos seus principais objetivos.
  • O tráfego orgânico. Pode crescer de forma orgânica (sem pagar por anúncios) ou de forma inorgânica (com anúncios). Uma das métricas mais importantes para qualquer blog é o número de pessoas que o descobrem através de pesquisas no Google. Este KPI avalia a sua capacidade de otimizar os conteúdos para o motor de busca, através da correta seleção e implementação de keywords relevantes. Como referência, deve representar no mínimo 50% do tráfego total.
  • O tempo médio por sessão. Um dos elementos mais importantes para o Google avaliar a autoridade do seu site é o tempo que os visitantes passam em média nas páginas que visitam. Se este valor for inferior a 2 minutos, considere-o um sinal de alerta: está na hora de criar mais conteúdos e de maior profundidade, para levar os utilizadores a passar mais tempo consigo.
  • Bouce Rate ou a taxa de pessoas que se fica pela primeira página. Se o conteúdo no seu site não for interessante, é natural que esta percentagem se situe acima dos 50%. O que quer dizer que metade das pessoas que o visita não continua para outras páginas. Se isto acontecer, está a ser prejudicado pelo algoritmo do Google. Inclua a melhoria deste indicador na sua estratégia.
  • Click Through Rate (CTR) ou a percentagem de pessoas que clica nos links presentes nos artigos para passar ao site. Um dos principais objetivos do seu blog, depois de conseguir que o visitem, será levar os visitantes à página de contactos, a visitar os produtos, a saber mais sobre a sua empresa. Se isto estiver a acontecer, a percentagem de utilizadores que clica em links no texto do seu artigo será elevada. Como referência, se menos de 3% das pessoas que visitam o artigo clicarem para visitar outras páginas do site, é necessário atuar.

Todos estes dados estão facilmente disponíveis na plataforma em que construiu o seu site. Selecionou as métricas em que tem de atuar? Então está na hora de definir objetivos. Existem várias formas de o fazer: se tiver acesso aos dados da concorrência (existem várias ferramentas online que o permitem) pode apontar a estes resultados. Caso contrário, pode estabelecer as metas de acordo com o que ambiciona para a sua empresa.

Tenha em conta que a evolução destes números é um processo lento: pode demorar vários meses até ver resultados. Projete os seus objetivos num horizonte de um ano.

2. O público-alvo pode não ser o que tem em mente

O blog deve ter um público-alvo bem identificado. Tipicamente serão aqueles clientes potenciais que estão numa fase inicial da pesquisa e que procuram informações em sites e blogs como o seu.

Evite o erro de escrever apenas para os clientes atuais e de falar demasiado sobre a sua empresa. Procure abordar os temas que interessam a potenciais clientes, e não apenas sobre as novidades da sua empresa ou dos produtos que tem para oferecer.

Por exemplo, imagine que vende eletrodomésticos. Em vez de criar o título: “Este frigorífico tem uma eficiência energética de 98%” pode, em alternativa, criar um artigo com “5 dicas para poupar energia em casa” – no qual inclui as suas sugestões e produtos para atingir este objetivo.

3. Defina as temáticas, estilo e frequência de publicação

Antes de começar a produzir conteúdos, considere as seguintes questões:

  • Que temáticas vai abordar no seu blog? Pode, por exemplo, produzir conteúdo que inspire os seus clientes, ou que trate de os ajudar a reduzir custos, ou a ter uma vida mais sustentável. Neste caso, as temáticas mais importantes para si seriam Inspiração, Poupança e Sustentabilidade. Siga esta base quando estiver a pensar em como criar um blog – vai ajudar o Google e os utilizadores a perceber do que trata o seu blog.
  • Que estilo de comunicação vai adotar? Vai tratar por “tu” ou “você”? Vai ser mais sério ou divertido? Seja coerente nos diferentes canais para evitar surpreender quem o visita.
  • Qual a frequência com que vai comunicar? Diária, semanal, quinzenal – a frequência vai depender essencialmente dos objetivos que definiu e do que a concorrência faz. É importante que defina uma frequência que consiga cumprir: a estabilidade é essencial para que o Google posicione o seu blog.

4. Crie conteúdo relevante

De nada adiantarão todos os passos anteriores se não conseguir convencer os utilizadores a passar algum tempo no seu blog. Isso só acontece quando cria conteúdo relevante.

Por conteúdo “relevante”, entenda-se:

  • Conteúdos diferenciadores: Informações diferentes das que se encontram noutras fontes. A sua perspetiva e experiência únicas em determinados temas.
  • Peças que acrescentam valor para os utilizadores: Evita a perspetiva comercial, procure que os utilizadores se revejam no que está a escrever, apresente dados, factos e o contexto alargado do que tema que está a abordar.
  • Recomendações práticas e acionáveis: Partilhe dicas que os utilizadores possam implementar na sua vida pessoal ou empresarial
  • Conteúdo fácil de ler: Bem organizado, sem erros, e com uma estrutura e formatação que permite a leitura.
  • Ir além do texto: Incorpore esquemas, gráficos, imagens, vídeos e infográficos que reforçam a mensagem e geram curiosidade.
  • Prefira conteúdos de longo formato: Por uma questão de otimização para os motores de busca e para agarrar o leitor, prefira artigos com, pelo menos, 400 palavras.
  • Partilhe os conteúdos: Não espere que os seus leitores vejam cada post que escreve. Relembre-os que o blog existe. Partilhe os links para o blog nas redes sociais e no email marketing.

Como criar newsletters de sucesso?

5. Escreva para o motor de busca

Para que um blog seja eficaz, o esforço de criação de conteúdos deve ser suportado por uma estratégia robusta de seleção de keywords (palavras chave) e otimização das peças. Antes de começar a escrever, defina a keyword que vai querer divulgar no artigo (por exemplo: “frigoríficos baratos”).

Há várias formas de escolher uma keyword. A mais simples é procurar a keyword diretamente no google e verificar o tipo de resultados que aparecem. Se forem semelhantes à sua página, está no bom caminho.

Uma vez definida a keyword, garanta que aparece nos locais mais importantes de cada artigo: nos títulos, subtítulos, metadescrição e repetidamente ao longo do texto (sem exagerar).

6. Avalie o desempenho do blog

Para que possa ir otimizando o desempenho do blog, é essencial que, com regularidade semanal ou mensal avalie os resultados do conteúdo que produziu. Procure também perceber quais foram os artigos mais lidos e porquê. E as causas para o que não funcionou tão bem.

Como criar um blog empresarial de sucesso? De forma resumida, em 6 passos: defina bem o estado atual e objetivos a atingir, estabeleça o público-alvo tendo em conta que serão principalmente pessoas que ainda não conhecem a sua empresa, identifique as temáticas e frequência de publicação, crie conteúdo relevante, escreva para o motor de busca e avalie permanentemente os resultados obtidos.

Se está à procura da forma mais simples de crescer online, já considerou criar uma presença para a sua marca no OLX? O processo é simples, 100% digital e num espaço de dias está a vender para um universo de mais de 80.000 consumidores diários.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário