Sou Pro

Vai pedir um empréstimo? Veja como calcular a taxa de esforço da sua empresa

como calcular a taxa de esforço da sua empresa

Contrair um empréstimo é, muitas vezes, a única forma de responder a determinadas necessidades e projetos na vida empresarial. No entanto, para que o processo não conduza ao incumprimento, é essencial calcular previamente a taxa de esforço, um conceito utilizado pela banca para avaliar o risco de crédito dos clientes. Explicamos o que é, como pode calcular e o que fazer se precisar de melhorar a sua taxa de esforço.

O que é a taxa de esforço?

A taxa de esforço é um indicador do peso que as prestações mensais dos créditos bancários têm no rendimento mensal líquido. Dito doutro modo, mede a capacidade do cliente em cumprir a responsabilidade assumida com um novo empréstimo.

É por isso que solicitam a documentação contabilística e financeira da sua empresa antes de contratualizar um empréstimo, como o último balanço e o plano de negócio onde se explica e fundamenta a estratégia de crescimento. Desta forma, o banco consegue avaliar se a sua empresa tem capacidade financeira para suportar as despesas do crédito no seu balanço de contas.

Assim, antes de avançar para um compromisso que previsivelmente irá durar alguns anos, deve calcular a taxa de esforço da sua empresa para não comprometer as suas finanças.

Artigo relacionado: 6 opções de financiamento para empresas portuguesas

Como calcular a taxa de esforço?

O cálculo da taxa de esforço é muito simples, basta dividir todas as despesas com empréstimos que a sua empresa tem durante um mês pelo rendimento que obtém.

Taxa de esforço = (Total de prestações / Rendimento mensal) x 100

O resultado é expresso em percentagem, que indica a parcela do seu rendimento que será destinada aos encargos com o empréstimo.

Nas despesas mensais deve incluir todos os encargos com prestações de crédito, como cartão de crédito, crédito automóvel, entre outros. Nos rendimentos mensais, considere todos os seus ganhos, independentemente da sua origem.

Qual é a taxa de esforço ideal?

Em regra, quanto mais baixa for a taxa de esforço, menor o risco de entrar em incumprimento. O valor máximo para a taxa de esforço situa-se nos 33%, ou seja, ou seja, cerca de um terço do rendimento total da empresa. Se o valor obtido for superior, significa que é um cliente de risco, e poderá ser um motivo para que o banco não aprove o crédito.

Contudo, mesmo que obtenha uma boa taxa de esforço, é importante ter sempre uma margem no orçamento que permita, não só continuar a poupar, mas fazer face a despesas imprevistas sem entrar em rutura financeira. Isto porque, apesar de hoje conseguir pagar um empréstimo, amanhã podem surgir gastos avultados e inesperados, ou mesmo perda de rendimentos, que aumentam rapidamente a sua taxa de esforço para níveis que podem não ser suportáveis. Outro cuidado a ter são as flutuações de taxas associadas a créditos, como a Euribor, que pode ter impacto nos seus encargos mensais.

Por isso, dê sempre alguma folga financeira, mesmo se obtiver um bom valor de taxa de esforço, para se certificar que continua a cumprir os compromissos.

Artigo relacionado: 7 formas de poupar ao abrir um negócio

Como reduzir a taxa de esforço?

Se obteve um valor alto na sua taxa de esforço, deve tentar inverter a tendência de cada parcela da equação; ou seja, aumentar o rendimento ou reduzir encargos com mensalidades.

Assim, se tem vários créditos, poderá tentar renegociar as condições dos mesmos para obter vantagens nas suas prestações mensais, como baixar o spread ou prolongar o prazo dos empréstimos.

Pode também consolidar todos os créditos num só, para obter poupanças expressivas – ao juntar todas as mensalidades numa só, as taxas de juro baixam e fica com um único encargo mensal de crédito para pagar.

Por outro lado, se tiver dinheiro em poupanças, poderá utilizá-lo na amortização de alguns dos seus créditos, sobretudo naqueles que se encontram perto do final e que tenham uma taxa de juro mais alta, para que os seus encargos mensais sejam mais baixos.

Estas revisões podem trazer-lhe um alívio significativo dos seus encargos e, assim, diminuir a sua taxa de esforço.

Sabendo o valor da sua taxa de esforço, consegue prever se poderá contrair um novo empréstimo sem comprometer a saúde financeira da sua empresa. O OLX Business apoia o crescimento das empresas e está ao seu lado no processo de digitalização do seu negócio. Na nossa plataforma encontra uma forma fácil, segura e livre de comissões para começar a vender online e alcançar clientes em todo o mundo. Crie um perfil hoje no OLX Business e comece já a vender.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário