Sou Pro

Como calcular o valor de uma empresa?

Como calcular o valor de uma empresa?

Calcular o valor de uma empresa é essencial para quem gere ou detém um negócio. Permite negociar com parceiros, sócios e investidores. É um indicador de crescimento essencial. E é um KPI vital para tomar decisões de longo prazo, como em caso de venda, parcerias estratégicas ou fusões. Descubra em que consiste o cálculo do valor de uma empresa, porque é importante e como o calcular.

O que significa o valor de uma empresa?

Quanto vale o seu negócio? Esta é a pergunta que muitos gerentes, sócios e donos se colocam quando confrontados com uma decisão estratégica como uma venda ou fusão. A resposta é: depende.

Para empresas com muitos ativos, como propriedades, terrenos ou patentes, o valor contabilístico dos ativos pode ser maior do que o fluxo de caixa ou as receitas dos próximos anos. Para empresas prestadoras de serviços, por outro lado, os ativos praticamente não têm valor e é necessário recorrer a outras formas de valorização. Qual é então a melhor forma de calcular o valor de uma empresa?

Porquê calcular o valor de uma empresa?

As avaliações são uma parte importante do negócio, para as próprias empresas, mas também para os investidores. Para as empresas, as avaliações podem ajudar a medir o progresso e sucesso e podem ajudá-las a acompanhar o desempenho no mercado em comparação com outros. Os investidores (desde os bancos a sócios) podem usar avaliações para determinar o ROI de investimentos em potencial. Independentemente de quem recebe a avaliação, este processo descreve o valor da empresa e é uma informação de gestão vital.

No entanto, calcular o valor de uma empresa é um processo complexo, repleto de suposições, estimativas e médias da indústria. Como as empresas privadas não publicam relatórios de contas, é difícil atribuir um valor confiável. Então, como o fazer? Existem vários métodos possíveis, e cada um tem prós e contras.

Como calcular o valor de uma empresa?

Existem vários métodos para calcular o valor de uma empresa privada. Alguns têm em conta o valor dos ativos, outros das vendas e há ainda a opção de calcular o cash-flow que a empresa gera. Estes são os mais comuns.

1. Comparar com empresas semelhantes

O primeiro caminho para calcular o valor da empresa é por comparação. Este método exige procurar empresas no mesmo setor que foram vendidas recentemente (nos últimos anos) e saber o valor de venda. Outra forma é calcular a relação entre o preço de venda e o lucro gerado pela empresa vendida, se a informação estiver disponível, e extrapolar para a sua empresa. Apesar de ser um método simples quando a informação está disponível, este método tem várias limitações. Nomeadamente, não é fácil encontrar empresas semelhantes que tenham sido vendidas, ou em que o preço de venda esteja disponível.

2. Valorizar os ativos

Uma avaliação baseada em ativos é um método que não requer muitos cálculos – basta ter acesso ao balanço da empresa. Some o valor dos ativos (equipamentos, imóveis, stock), subtraia os passivos (dívidas) e terá o valor final. A desvantagem deste método é que, normalmente, um bom negócio vale mais do que o valor dos ativos.

3. Calcular o valor de uma empresa através dos fluxos de caixa

Calcular o valor de uma empresa através dos fluxos de caixa que gera requer alguns cálculos, mas oferece uma avaliação rigorosa. Este método avalia a empresa em função do dinheiro que se prevê que liberte nos próximos anos. A razão para usar este método é simples: a libertação de cash flow é a medida principal de saúde financeira de um negócio e da capacidade de gerar resultados para os sócios. Se a receita de uma empresa for elevada, mas o fluxo de caixa for negativo, a empresa simplesmente não é atrativa. 

Para usar este método, comece por estimar a receita futura, em função das previsões de crescimento ou de fatores como o preço, o volume de vendas, a concorrência e a sua base de clientes. Depois, projete as despesas e estime qual será o valor total dos fluxos de caixa futuros após cinco anos. Por fim, valorize esses rendimentos no momento atual e tem o valor real da empresa.

4. Multiplicar a receita

Analisar as receitas é uma forma mais simples de calcular o valor de uma empresa. Para usar este método, multiplique as receitas anuais atuais pelo fator específico para a sua indústria. Por exemplo, para produtos domésticos, o multiplicador estabelecido é de 2,56. Para processamento de alimentos é de 1,39. Ou seja, uma empresa com receitas de 360.000 € vale 500.400 € na indústria de processamento de alimentos, e 921.600 e se atuar no setor de produtos domésticos. Porquê a diferença? Porque este método assume como pressuposto que cada indústria tem diferentes barreiras à entrada e Capex, o que influencia o valor final da empresa.

Após definir o método a usar e calcular o valor da empresa, deve ainda somar o montante em caixa e subtrair as dívidas da organização. Desta forma, consegue finalmente chegar ao valor real da empresa.

No OLX, ajudamos empresas de todos os tamanhos a crescer. Basta registar o seu negócio no OLX Pro para começar a vender para uma audiência de mais de 15 milhões de visitantes mensais.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário