Sou Pro

7 formas de poupar ao abrir um negócio

Jovem empreendedor no escritório

Antes de abrir um negócio é fundamental avaliar se o projeto tem viabilidade, isto é, perceber se existe mercado, se é possível ser feito, se é legalmente permitido e, claro, se é economicamente rentável. Tratam-se de passos basilares no processo de desenvolver uma ideia de negócio.

Passar de uma ideia de negócio para a abertura de uma empresa é hoje mais prático. Com o serviço Empresa na Hora, disponível nas lojas de cidadão, balcões do instituo de registos e notariados e até pela internet, através do Portal do Cidadão, todo o processo é simplificado.

Veja aqui como abrir uma empresa

Abrir um negócio como trabalhador independente

A primeira pergunta a fazer é sobre a dimensão que vai ter o seu negócio. Se pretende trabalhar de forma independente, deve abrir atividade junto das Finanças, para os devidos efeitos de tributação em sede de IRS e de IVA.

Podes fazê-lo num balcão do serviço ou online, através do Portal das Finanças, pela Declaração de início de atividade, escolhendo o CAE da mesma. Após submetido o pedido, receberá na sua morada um código que serve para validar o início de atividade. Basta, por fim, confirmar a operação no portal.

Ao abrir atividade deve indicar o montante estimado que espera receber até ao final do ano civil. Para além disso, deve também selecionar o regime de IVA pelo qual vai estar abrangido. Este vai depender do montante a receber anualmente, que pode estar ou não sujeito a este imposto.

Principais custos do trabalhador independente

O objetivo de inserir o valor que estima receber no ano é a de informar a Autoridade Tributária se os rendimentos anuais vão ultrapassar os 10 mil euros pois, se assim for, a esse valor está sujeito o pagamento de IVA, bem como a retenção na fonte em sede de IRS.

Para as atividades previstas no artigo 9.º do Código do IVA, é aplicado o regime de isenção, mesmo que o valor auferido seja superior a 10 mil euros.

Escolha a contabilidade adequada

O regime de contabilidade simples é ativado automaticamente no momento de abertura da atividade, embora possa optar pelo regime de contabilidade organizada, isto é, designando um Técnico Oficial de Contas como responsável pelas obrigações fiscais. Este regime apenas se torna obrigatório para quem tem um volume de negócios superior a 200 mil euros.

A escolha do regime de contabilidade vai definir como vão ser calculados os seus lucros. Com o regime simples, é definida uma taxa fixa de tributação que abrange 75% dos rendimentos e deixa os restantes 25% livres de impostos.

Para empresas de outra dimensão

Para evitar dúvidas na hora de abrir uma empresa deve ter em consideração, em primeiro lugar, que tipo de empresa pretende criar. Existem diferentes formas jurídicas. Comece por analisar se é preferível uma Sociedade Unipessoal por Quotas ou, se ser Empresário em Nome Individual é o que melhor se adequa.

Se vai abrir um negócio onde é o único sócio, para além das duas formas jurídicas referidas, pode ainda optar por abrir um Estabelecimento Individual de Responsabilidade Limitada. Vai obter a melhor recomendação junto de um contabilista certificado.

Caso a sua empresa venha a ser constituída por mais do que um sócio, podem optar por uma Sociedade por Quotas ou uma Sociedade Anónima. Existe ainda a Sociedade em Nome Coletivo e a Sociedade em Comandita. Pode consultar as características destas formas jurídicas através do Código das Sociedades Comerciais.

Dicas para poupar ao abrir a sua empresa

Existem vários custos associados a abrir um negócio, desde a criação e registo da empresa até aos impostos, contratações e rendas. É possível, no entanto, poupar, reduzindo e otimizando custos.

Avaliar a necessidade de serviços da empresa

O serviço de televisão, internet ou telefone deve ser adequado à necessidade real da empresa. Caso trabalhe a partir de casa, antes de pensar em fazer um upgrade nos seus serviços, verifique se o plano que tem é suficiente para dar resposta ao que precisa quando abrir um negócio.

Economize nos custos fixos

Crie estratégias para poupar nos custos de água e energia, essenciais ao funcionamento da sua empresa. Opte por materiais que permitam que todos na empresa façam uma utilização sustentável de cada recurso.

Saiba mais sobre como reduzir os custos fixos da sua empresa

Atualizar plataformas ou ferramentas de trabalho

Um sistema eficiente vai permitir organizar atividades e tarefas de forma mais prática e rápida, menos passível a erros, reduzindo também o número de horas que um trabalhador tem de lhes dedicar.

Optar pela subcontratação

O outsourcing é um recurso muito comum a quem vai abrir um negócio. Desta forma, torna a sua empresa mais ágil numa faze inicial e com menos compromissos associados.

É indicado para atividades temporárias ou permanentes. Existem, em Portugal, muitas empresas que prestam serviços de consultoria, formação, trabalho temporário, recrutamento, emprego, gestão, contabilidade e recursos humanos.

Contrate serviços externos

Quando precisar de mais recursos humanos, pondere contratar um freelancer primeiro e avalie depois a necessidade contratar alguém para os quadros.

Em Portugal, com sede em Lisboa, encontra a Landing Jobs, uma plataforma de recrutamento para o setor das tecnologias de informação. Para escritores e designers, por exemplo, pode encontrar em 99designs.pt ou, para tradutores, tem o website Translators Café.

Vantagens de contratar um freelancer

Explore as suas capacidades

A polivalência é uma virtude e serve na perfeição para quem pretende abrir um negócio e poupar. Procure por ferramentas como o Canva para serviços de design, caso não pretenda contratar logo um designer.

Beneficie do melhor portal de divulgação

Explore a potencialidade das redes sociais e, em vez de investir num site com loja online, crie o seu perfil de empresa no OLX e desenvolva o seu próprio site dentro da plataforma.

O OLX oferece várias vantagens. Em primeiro lugar, é a maior plataforma de compra e venda de Portugal. A pensar nos profissionais, criou o Pacote Premium de anúncios que, além dos destaques de anúncios incluídos, tem uma equipa de gestão de conta dedicada com atendimento personalizado.

Sede da empresa e instalações

Uma vez mais é necessário avaliar as necessidades da sua empresa. Se abrir um negócio cuja equipa pode trabalhar remotamente a partir de casa e se não lida com clientes particulares, então pode optar por fazer da sua residência a sede da sua empresa ou alugar apenas um pequeno escritório.

As reuniões com clientes podem ser realizadas nas empresas destes ou online. Com a equipa pode trabalhar remotamente, sem comprometer a sua produtividade e, desta forma, ter mais um caminho para poupar ao abrir um negócio.

Explore a oferta de fornecedores

Se a sua empresa carece de material para desenvolver a sua atividade ou para prestar os seus serviços, procure diferentes fornecedores e compare orçamentos.

Os fornecedores podem representar uma despesa elevada ao abrir um negócio, pelo que é essencial negociar ao máximo os valores desde o arranque da sua empresa. Depois do início da atividade, reveja constantemente os contratos, preços e produtos junto dos seus fornecedores.

Recurso a créditos

Antes de aderir a um financiamento, perceba quais as possibilidades existentes, em que cenário a sua empresa se enquadra e todos os custos financeiros associados. Avalie se o seu plano de negócios vai ser beneficiado e lembre-se que as condições de mercado são mutáveis, pelo que deve sempre proceder com cautela.

Como obter um crédito para empresas

Gerir financeiramente uma empresa pode tornar-se numa tarefa árdua, mas é possível poupar ao abrir um negócio. Para o fazer precisa dos melhores parceiros, e o OLX está sempre ao seu lado nesta viagem para o empreendedorismo.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário