Sou Pro

7 dicas de copywriting para e-commerce que convertem

Mulher a escrever no portátil

Se gere um negócio online, provavelmente já se deparou com o desafio de criar copywriting para e-commerce. Títulos, páginas de produtos, anúncio no OLX ou landing pages – cada elemento da presença online de uma empresa exige a criação de conteúdo orientado a um objetivo comercial.

Qualquer que seja o setor de atividade ou dimensão da sua empresa, há 7 dicas essenciais para criar copywriting para e-commerce eficaz.

7 dicas essenciais de copywriting para e-commerce

1# Escreva com o seu público-alvo em mente

Esta é a primeira decisão que vai influenciar a forma como aborda o copywriting para e-commerce. Está a escrever para um público jovem ou adulto? Empresarial ou particular?

A partir desta definição pergunte-se: qual é o estilo de comunicação que apela a estas pessoas?  Brincalhão ou formal? Deve tratar por “Tu” ou prefere o “Nós”?

Garanta que, qualquer que seja a sua seleção, o estilo de comunicação é uniforme nos vários canais que utiliza – não seja formal na newsletter e demasiado descontraído no site, por exemplo.

Estratégia omnichannel: o que é e como pode ajudar o seu negócio

2# Crie copywriting para e-commerce orientado aos pain points dos seus clientes

Antes de começar, faça o seguinte exercício. Coloque-se na pele do público-alvo que acaba de definir e crie uma lista com todas as coisas de que não gosta na concorrência: o preço é demasiado alto; não é fácil de instalar ou de começar a usar; o design não é apelativo; a qualidade dos materiais não satisfaz, as entregas são pagas; o tempo de produção e entrega é elevado. 

Em qual destes pontos é que a sua oferta é claramente superior? A título de exemplo, digamos que o seu produto pode ser instalado pelo próprio cliente de forma rápida e que as entregas são gratuitas e no próprio dia. Esta é a sua proposta de valor, que vai querer reforçar no copywriting para e-commerce.

Garanta que os títulos e subtítulos endereçam estes temas, de uma forma simples e impactante.

3# Defina um objetivo e Call to Action

O que pretende atingir com o texto que está a desenvolver? Para alguns negócios esse objetivo é vendas, para outros é um pedido de contacto ou a subscrição da newsletter. A partir do momento em que tem um objetivo claro pode começar a criar alguns CTA ou Call to Action. 

Os Call to Action são, literalmente, os textos que vão apelar à ação dos clientes. Normalmente estão presentes em links ou botões no site, loja online ou newsletter. Um exemplo é o tradicional “Adicionar ao carrinho” ou “Subscrever a newsletter” mas deve orientar este elemento essencial do copywriting para e-commerce aos seu objetivos.

4# Simplifique o conteúdo

Sabia que existem fórmulas para calcular a facilidade de leitura de um texto ou de uma página? 

Quanto mais simples for o copywriting para e-commerce, maior será a probabilidade de conversão. Para facilitar a leitura deve:

  • Usar poucas palavras em cada frase;
  • Evitar o uso de vírgulas;
  • Preferir palavras com menos letras.

Se não conseguir que as pessoas entendam o que faz nos primeiros segundos, o mais provável é que perca esse cliente.

Aqui está um exemplo de como colocar esta dica em ação. O texto a seguir aparece na descrição de um eletrodoméstico: “Este modelo acelera a cozedura ao consumir 70% menos energia e, acima de tudo, produz alimentos saudáveis ​​e nutritivos de forma conveniente e consistente”. Esta descrição é mais fácil de ler em duas frases: “Este modelo acelera a cozedura e reduz o consumo energético em 70%. Torne a alimentação saudável mais conveniente e consistente”.

5# Seja otimista no copywriting para e-commerce

Evite expressões negativas. A maioria dos clientes procura os impactos positivos de seu produto, e não recordar os problemas que enfrentam sem ele.

Para criar excelente copywriting para e-commerce é essencial usar palavras associadas a emoções como entusiasmo e alegria. Quanto mais positivo o copy, maior a probabilidade de obter taxas de conversão elevadas. Utilize palavras como “aproveitar”, “melhorar” e “recomendar”.

A linguagem positiva apela às emoções do visitante e pode deixar os compradores entusiasmados o suficiente para começar a comprar. Tente transmitir sentimentos positivos, sem exagerar.

6# Escreva para o motor de busca

Para competir com outras lojas online, precisa de ter um melhor posicionamento nos motores de busca. Para que isso aconteça, o copywriting para e-commerce deve incorporar palavras-chave que façam com que o seu produto seja descoberto online.

Por exemplo, se está a vender serviços de mudanças, a keyword “serviços de mudanças” deve aparecer várias vezes ao longo dos textos. Desta forma, o algoritmo do motor de busca consegue ler o que vende o seu site.

Para pôr em prática esta dica, comece por fazer uma lista de possíveis termos de pesquisa que os clientes utilizariam no Google para chegar ao seu negócio. Depois, faça a confirmação: pesquise cada termo e veja o tipo de resultados que aparecem. Se forem maioritariamente empresas como a sua é porque a keyword é válida e deve ser incorporada no copywriting para e-commerce.

Tente identificar uma keyword principal para cada página ou artigo de blog que criar – essa keyword deve estar presente nos títulos, no link e nas descrições das imagens e vídeos que incluir.

7# Dê visibilidade ao copywriting para e-commerce

Depois de implementar estas recomendações de copywriting para e-commerce, o próximo passo é dar visibilidade ao que criou.

Para aumentar a visibilidade do seu negócio online, crie uma presença no OLX, o maior marketplace nacional com 15 milhões de visitas por mês. Já imaginou se apenas uma fração destas pessoas visse os seus anúncios criados com estas regras?

Comece hoje a conquistar clientes online. A equipa de gestores comerciais do OLX Pro está pronta para o apoiar em cada etapa do processo.


Partilhe este artigo nas suas redes:

Próximas leituras:

Deixe um comentário